Header Ads

>

Brasil se destaca nas premiações individuais do Mundial





sheilla fabi volei mundial brasil x cazaquistao (Foto: Divulgação/FIVB)

Não foi dessa vez que a seleção brasileira feminina de vôlei conquistou o inédito título mundial. Porém, a campanha das meninas na Itália merece muitos aplausos. Além da medalha de bronze, conquistada após vitória por 3 sets a 2 sobre as donas da casa neste domingo, o Brasil foi, ao lado dos EUA, o país com maior número de destaques individuais no torneio: três cada.

A central Thaísa foi eleita a melhor bloqueadora da competição. Já a veterana Sheilla, que disputou seu quarto Mundial, ficou com o título de melhor oposta. O técnico José Roberto Guimarães recebeu o troféu "Fair Play" do torneio. Provavelmente ainda sob efeito da derrota para o Brasil disputa de terceiro lugar, a torcida italiana chegou a vaiar Zé Roberto no momento da premiação. O jogo, que antecedeu a decisão, foi bastante tenso e o treinador brasileiro chegou a receber um cartão amarelo por reclamação.

Campeãs, as americanas também tiveram três premiações individuais: Kimberly Hill foi eleita a melhor atacante e MVP da decisão. Alisha Glass ficou com o título de melhor levantadora.

A jovem chinesa Ting Zhu, de 19 anos, ficou com o prêmio de melhor jogadora do campeonato. A líbero italiana Monica de Gennaro foi eleita o destaque da posição.

Veja abaixo a lista das premiações individuais do Mundial:
Melhor jogadora: Ting Zhu (China);
Melhor atacante: Kimberly Hill (EUA);
Melhor atacante oposta: Sheilla (Brasil);
Melhor bloqueadora: Thaísa (Brasil);
Melhor levantadora: Alisha Glass (EUA);
Melhor líbero: Monica de Gennaro (Itália);
Troféú Fair Play: José Roberto Guimarães (Brasil);
MVP da final: Kimberly Hill (EUA).

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.