Header Ads

>

Unilever vai ao Sul em busca da 14ª vitória seguida na Superliga





A Unilever, heptacampeã nacional, tem mais um compromisso fora de casa na Superliga 2011/12. Nesta sexta-feira (10/2), às 20 horas, o time carioca joga contra o Rio do Sul, no ginásio Artenir Werner, em Rio do Sul (SC). A partida é válida pela quarta rodada do segundo turno. No primeiro confronto entre as duas equipes, no turno, a Unilever venceu por 3 a 1, no Rio de Janeiro. 

Líder com 38 pontos (13 vitórias consecutivas e uma derrota, na estreia), a Unilever tem o melhor ataque e a segunda melhor defesa da competição. Também está em segundo nos fundamentos de bloqueio e levantamento. O Rio do Sul, estreante na Superliga, ocupa a décima colocação na classificação do campeonato, com nove pontos três vitórias e 11 derrotas)

Na briga pelo oitavo título na Superliga, um dos destaques da Unilever tem sido a ponteira Régis, de 25 anos, que está em sua oitava temporada seguida no time carioca, sob o comando do técnico Bernardinho. A jogadora, natural de Piracicaba (SP), mostra-se segura e confiante e concorda que vive uma das melhores fases de sua carreira. Ano passado, além do título da Superliga, sagrou-se campeã dos Jogos Mundiais Militares e da Universíade. Régis também é recordista absoluta de títulos estaduais pela Unilever - participou da conquista de oito dos nove da equipe.

Sobre o adversário desta sexta-feira, Régis espera mais uma partida equilibrada. "O Rio do Sul é um time chato, No primeiro jogo, perdemos um set. Dessa vez, jogando fora, é importante que a time entre ainda mais ligado e faça uma boa partida desde o início", diz Régis, que conquistou o vice-campeonato nos Jogos Pan-Americanos do Rio, em 2007, e o título no Grand Prix, em 2009.

Quinto melhor saque da Superliga (6.74% de sucesso), Régis diz que o bom desempenho é resultado de muito treinamento. "Tenho feito boas sequências de jogos. Acho que estou confiando mais em mim, estou mais madura. Além, é claro, do trabalho da comissão técnica, que sempre me ajuda, corrige e incentiva", comenta Régis, que namora o jogador de futebol Iorranes há um ano e 10 meses. "A gente se encontra nas folgas, sempre que possível. Ele joga em Brasília. Cada vez estou mais caseira. Um dos meus passatempos preferidos é ficar em casa, vendo TV".

A líbero campeã olímpica Fabi, de 31 anos, uma das responsáveis por guardar a defesa da Unilever, lembra que o Rio do Sul vem dando trabalho aos adversários ao longo da Superliga. "Elas são estreantes e jogam com menos responsabilidade. Teremos uma batalha difícil. Já soube que o time conquistou uma torcida fiel, a cidade já tomou gosto pela equipe. O ginásio é pequeno e certamente vamos sofrer muita pressão", acrescenta.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.