Header Ads

>

Mari Paraíba comanda vitória do Minas na estreia de Jaque em casa





Mari Paraíba, ponteira do Minas (Foto: Rafael Araujo)

A festa estava toda planejada para a ponteira Jaqueline, que fez sua estreia em Belo Horizonte pelo Minas Tênis Clube. No entanto, brilhou a estrela de outra musa da equipe mineira. Em noite inspirada de Mari Paraíba, as donas da casa venceram o Maranhão por 3 sets a 1, com parciais de 21/25, 25/19, 25/14 e 25/15, nesta terça-feira, na Arena JK.

Depois de um primeiro set apagado, a torcida pediu a entrada de Jaque no time e ela aconteceu apenas no final do segundo set, mas foi fundamental, pois iniciou a reação da equipe minastenista. Dai em diante só deu Mari Paraíba, que anotou 21 pontos e faturou o troféu Viva Vôlei.

Sob os olhares atentos da nova ponteira do Minas, a equipe da casa começou o jogo melhor e virou com vantagem nas duas paradas técnicas do primeiro set. No entanto, a recepção do time mineiro começou a falhar. Nem a conversa rápida de Jaque com a líbero Tika ajudou muito. Melhor para o Maranhão, que se aproveitou dos erros para fechar a parcial em 25 a 21.

O segundo set começou como o primeiro, com a equipe maranhense ditando o ritmo do jogo. Para acordar, a torcida do Minas começou a pedir a entrada de Jaque, mas o treinador Marco Queiroga trocou a líbero Tika e colocou Laís. Com a recepção encaixada, faltava arrumar o ataque e isso aconteceu após a entrada de Jaque, logo depois da segunda parada técnica. Com a sua principal estrela em quadra, a equipe minastenista deslanchou no placar e confirmou o segundo set por 25 a 19.


A vitória na parcial anterior tranquilizou o time do Minas em quadra. Mesmo com Jaque de volta ao banco, as mineiras dominaram do início ao fim, muito em função da ponteira Mari Paraíba e do nervosismo do Maranhão, que chegou a tomar um cartão vermelho com a ponteira Nikolle. Virando tudo, a musa mineira anotou nove pontos e liderou na vitória fácil por 25 a 14.

Com a vantagem no placar, o time mineiro manteve o bom nível no quarto set. Com ampla vantagem, Marco Queiroga voltou a colocar Jaque em quadra, para mais uma explosão da torcida na Arena. E no embalo da arquibancada o Minas fechou o set em 25/15, justamente em ataque de Jaqueline, para a loucura da torcida.

Com o triunfo, o Minas subiu para a sétima posição, com sete pontos, e volta à quadra na sexta-feira, contra o Rio do Sul, em Santa Catarina. Já o Maranhão, que segue na penúltima posição, volta à quadra nesta quinta-feira, quando recebe o Araraquara.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.