Header Ads

>

Como foi Minas x Rexona AdeS - Semifinal 1 - Superliga 2014/2015




Minas Rio de Janeiro semifinal superliga feminina (Foto: Marcio Rodrigues/MPIX)
O Rio começou melhor e abriu 4 a 1 graças ao bom saque de Carol. O Minas acordou depois de Walewska virar uma bola na rede. Com uma paralela perfeita de Gabi, o Rio foi para o primeiro tempo técnico vencendo por 8 a 7. O jogo seguiu equilibrado nos pontos seguintes. Após um toque na rede do bloqueio do Rio, o Minas fez 10 a 9. O Rio virou na sequência, graças a uma pancada de Natália. Mais eficientes, as cariocas foram para o segundo tempo técnico vencendo por 16 a 15. A parada não foi boa para o time mineiro, que passou a errar muito nos minutos seguintes. Com um ponto de Natália, o Rio fechou o set em 25 a 23, depois de três set points.
O início do segundo set foi muito equilibrado. Bem marcada, Jaqueline pouco conseguia produzir até fazer 4 a 4 em uma bola de meio. O lance foi a senha para o Minas crescer. Muito irritado no banco de reservas, Bernardinho viu o rival ir para a parada técnica com 8 a 6 a seu favor. Mesmo com a bronca do treinador, o Rio continuou tendo dificuldades e foi para o segundo tempo técnico perdendo por 16 a 12. Num ponto de Walewska, o Minas fez 20 a 18 ficando mais próximo da vitória no set. O Rio não se entregou e foi buscar o empate. Apesar da reação das rivais, as mineiras foram mais eficientes nos momentos decisivos e levaram o set ao fazerem 25 a 22 graças a um erro de ataque de Gabi.
O empate do Minas fez a partida ficar ainda mais tensa. O princípio do terceiro set foi marcado por muitas reclamações contra a arbitragem. Alheia a polêmicas, Juciely passou a ditar o ritmo da partida, e o Rio abriu 6 a 2, obrigando o técnico Marco Quiroga a pedir tempo. A bronca fez o time da casa acordar, mas nada suficiente para impedir que o Rio fosse para a primeira parada técnica em vantagem: 8 a 6. Empurrado pela torcida, o Minas cresceu nos minutos seguintes. Num bloqueio de Walewska em Natália, o time da casa fez 12 a 11 e depois 16 a 15, indo para a segunda parada com um placar favorável. O jogo prosseguiu muito disputado nos pontos seguintes. Na reta final do set, porém, melhor para o Rio, que se distanciou no marcador e fechou a parcial em 25 a 22 após Mari Paraíba ficar no bloqueio de Roberta.
Disposto a liquidar o jogo o quanto antes, o Rio saiu na frente no quarto set. Aos poucos, porém, o Minas foi buscando a reação, até virar para 5 a 4 graças a um ataque de Carla no fundo da quadra. Num ataque certeiro de Mari Paraíba, o time da casa fez 8 a 7 decretando o primeiro tempo técnico do período. Insatisfeito com o desempenho da sua equipe, Bernardinho lançou a reserva Mayhara, que justificou a entrada com um belo ace. O Rio tratou de aproveitar o bom momento para abrir boa vantagem: 16 a 11. Após a segunda parada técnica, o Minas passou a se descontrolar de vez na partida, como no lance em que a central Carol Gattaz cometeu dois toques ao tentar um passe. Certeiro, o time carioca tratou de liquidar a fatura, com Natália fazendo o ponto da vitória: 25 a 15.
escalações
Minas: Naiane, Carla, Mari Paraíba, Jaqueline, Carol Gattaz e Walewska. Líbero: Tika. Reservas: Lia, Ju Nogueira, Laís, Val e Camila Torquette. Técnico: Marco Quiroga.
Rio de Janeiro: Régis, Carol, Natália, Gabi, Juciely e Fofão: Líbero: Fabi. Reservas: Mayhara, Bruna, Amanda, Roberta e Drussyla.Técnico: Bernardinho

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.