Header Ads

>

Brasil Kirin encara Taubaté na final da Copa São Paulo






A temporada nem bem começou e o Vôlei Brasil Kirin disputará sua primeira final. Atuais campeões da Copa São Paulo, torneio preparatório para o Campeonato Paulista, os campineiros entram em quadra contra o Taubaté, neste sábado (15), às 18h30, no Ginásio Abaeté, no Vale do Paraíba, para defender o título e coroar o bom início de trabalho. 
A estreia do Vôlei Brasil Kirin foi na última terça-feira com vitória sobre o São José dos Campos, por 3 a 2, pela semifinal da Copa São Paulo, que valeu a classificação para mais uma decisão. Por ter vencido o Sesi, por 3 a 0, na outra semifinal, o Taubaté conquistou o direito de decidir em casa.
"Haverá novamente uma dificuldade natural por estarmos em começo de trabalho e pela situação adversa de jogar longe da nossa torcida. Eles estão mais completos, com apenas alguns jogadores na seleção, e se apresentaram bem na última partida, mas estudamos o jogo deles e estamos confiantes para buscar a vitória", comentou o técnico Alexandre Stanzioni, comandante do time no título do ano passado.
Uma das novidades para esta temporada, o ponteiro Ygor Ceará se destacou na estreia, com vibração durante os cinco sets e pelo bom desempenho no sistema defensivo. O novo titular da camisa 13 quer que o time campineiro repita o espírito da partida contra São José dos Campos.
"Tivemos situações adversas na semifinal, mas conseguimos contorná-las com ajuda de todo mundo. Isto mostra o quanto o grupo é unido e psicologicamente forte. Isto é difícil de aparecer em um começo de trabalho, mas mostra que estamos preparados", exaltou o ponta.
Outro remanescente do título do ano passado é o levantador Jotinha. Responsável por organizar o ataque campineiro, o camisa 6 vê o favoritismo no adversário. "Ano passado entramos sem responsabilidade e ganhamos. Este ano, vamos com menos pressão ainda. Será um jogo complicado. Eles estão com um ritmo de jogo forte por terem vencido os Jogos Regionais, e ainda jogam em casa, mas vamos com toda vontade de ganhar", o levantador.
Jotinha também ressaltou o jogo coletivo e o entrosamento mostrado pelo ataque na primeira partida. "Dentro de quadra estamos bem, ainda existem alguns pontos para evoluir, mas tivemos qualidade em todos os fundamentos na última partida. É claro que existe uma dificuldade natural de começo de temporada, mas estamos nos entendendo. Pelo que trabalhamos no dia-dia, consigo saber a hora certa de usar cada um e encontrar a melhor solução", encerrou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.