Header Ads

>

Sada Cruzeiro se vinga de russos e conquista o bicampeonato mundial




Jogadores do Cruzeiro festejam a conquista do título mundial

O Cruzeiro conquistou na tarde deste sábado pela segunda vez em sua história o título do Campeonato Mundial Masculino de Clubes de Vôlei. No Ginásio Divino Braga, em Betim (MG), o clube mineiro derrotou o Zenit Kazan (RUS) por 3 sets a 1 (25-20, 21-25, 27-25 e 25-21) na decisão.

O outro título mundial do Cruzeiro também havia sido em Betim, em 2013. Na ocasião, os mineiros passaram pelo Lokomotiv Novosibirsk, também da Rússia.

Atual bicampeão da Superliga Masculina, o Cruzeiro conseguiu se vingar da derrota que havia sofrido para os russos na fase inicial do torneio. Na última quarta-feira, os atuais campeões europeus haviam triunfado por 3 a 1.

O principal destaque da vitória cruzeirense neste sábado foi o cubano Leal, autor de 22 pontos.

Em 11 edições do torneio esta foi apenas a segunda vez que uma equipe do Brasil levou a taça. O maior vencedor da competição é o Trentino, da Itália, com quatro títulos.

Na campanha até o título, o Cruzeiro venceu na primeira fase o Capitanes de Arecibo (PUR) por 3 a 0, teve esta derrota para o Zenit e bateu o Paykan Tehran, do Irã, na semifinal, por 3 sets a 0.

O Zenit Kazan havia chegado para a disputa do título com três vitórias em três partidas. 

" É uma alegria incrível, um momento mágico ganhar dois mundiais. Este time merece, batalhamos muito para chegar até aqui", afirmou levantador William em entrevista à ESPN Brasil.
 
"É um sentimento incrível. Somos o primeiro time brasileiro a vencer este torneio duas vezes. O time fez uma grande partida, não apenas taticamente, mas também mostrando uma atitude vencedora e um grande espirito para ganhar este ouro. Você não vê em muitos cantos este tipo de energia", disse o técnico Marcelo Méndez.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.