Header Ads

>

Sada Cruzeiro atropela campeão asiático na estreia do Mundial




 Central Isac não teve dificuldades para superar o baixo bloqueio do time de Taipé
 

Era de se esperar facilidade na estreia do bicampeão Sada Cruzeiro no Mundial Interclubes Masculino de vôlei, mas não se sabia quanta. Pois o modesto time do Taichung Bank, de Taipé, atual campeão asiático, mostrou que, se disputasse a Superliga, teria dificuldade para não cair. Com um grupo jovem e de baixa estatura – nenhum jogador com mais de 1,98m, o visitante pouco conseguiu fazer diante de um time cada vez mais entrosado (o que vale para os reforços Evandro e Simón). E, em não mais do que 53 minutos, a equipe celeste fechou o 'treino de luxo', com 3 a 0 (25/10, 25/16 e 25/13), resultado que valeu a liderança no Grupo B e a chance de garantir vaga antecipada nas semifinais já nesta quarta (19), às 19h, diante do também pouco ameaçador Tala'Ea El-Geish, do Egito, ontem batido por 3 a 0 pelos russos do Zenit Kazan.

Com o bom público marcando presença no Poliesportivo Divino Braga, o levantador William pôde acionar todas as suas opções de ataque, igualmente eficientes diante do baixo bloqueio dos chineses. Cometendo erros básicos em fundamentos, o Taichung pouco conseguia fazer diante de um Cruzeiro que não diminuía o ritmo de jogo – Leal na saída de rede e Isac com as bolas de meio eram os destaques do time de Marcelo Méndez. E o saque potente quebrou a recepção dos asiáticos, o que só facilitava a tarefa do bloqueio e da defesa estrelados.

O técnico celeste pôde se dar ao luxo de mexer na equipe a partir do fim da segunda parcial, dando chance ao levantador reserva Cachopa; ao central Renan e ao ponteiro Rodriguinho, que entrou quando Filipe sentiu uma contusão, a chance de ganhar condicionamento e entrosamento. Nada que mudasse o panorama da partida, totalmente favorável aos donos da casa.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.