Header Ads

>

Montes Claros e Juiz de Fora Vôlei fazem duelo pela Superliga




Equipe fez bom jogo, com marcação forte do bloqueio (Foto: Ricardo Guimarães/GE)

O voleibol mineiro vive uma temporada de boas expectativas. Quatro times do estado estão entre os oito melhores do Brasil na Superliga, após oito rodadas do primeiro turno da competição. Duas destas equipes se enfrentam neste sábado, 10, em mais um bom clássico estadual. Montes Claros Vôlei e Juiz de Fora entram em quadra, no Ginásio Tancredo Neves, no Norte de Minas, às 18h, pela nona rodada da primeira fase da liga. A partida será a terceira no ano entre os dois times; são duas vitórias do Montes Claros, pelo Campeonato Mineiro.

O time da casa é o sexto colocado, com 15 pontos; um a menos que a equipe da Zona da Mata, que está em quinto lugar, com 16. Os times mineiros, em crescimento e afirmação na temporada, chegam para a rodada de clássico estadual após boas apresentações nas últimas partidas da liga.

O Pequi Atômico vem de três jogos pesados, somando duas vitórias, contra Taubaté, fora de casa, e Campinas, e uma derrota, "apertada", para o Cruzeiro, na última rodada . O confronto, apesar da derrota, teve grande apoio da torcida, com mais de 7 mil pessoas nas arquibancadas. Fator casa que pode ajudar a equipe; até, em cinco jogos, são três vitórias no Norte de Minas.

A equipe da Zona da Mata, após um início de Superliga instável, com duas derrotas em casa, conseguiu uma grande arrancada: são seis vitórias seguidas, sendo três delas, fora de casa. Na última partida, a equipe derrotou o Bento Vôlei , com propriedade.


O oposto Renan Zanatta Buiatti tem sido um dos principais destaques do JF Vôlei. O jogador de 26 anos é o maior pontuador da liga, com 171 pontos anotados. Na vitória contra o Bento Vôlei foi novamente o maior a pontuar pela equipe mineira; fez 23 pontos, quase um set inteiro. O JF também vem bem estabilizado no panorama geral do seu elenco; os fundamentos recepção e ataque estão com mais de 30% de aproveitamento, segundo as estatísticas da competição.

Outro jogador que fez a diferença na última partida foi o ponteiro Ricardo Alexandre. O jogador, que ficou parte do jogo contra o Bento no banco, entrou no decorrer da partida e conseguiu anotar 10 pontos, todos de ataque.

Pelo lado do Montes Claros, o destaque individual também tem sido um atleta oposto, Luan Weber, terceiro maior pontuador da Superliga, com 136 pontos. Na derrota para o Cruzeiro, Weber fez 16 pontos. Outro destaque, agora coletivo do MOC, tem sido na defesa, uma aposta do técnico Marcelinho Ramos para manter o nível da equipe frente aos demais adversários. A equipe aparece nas estatísticas com a melhor defesa da Superliga.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.