Mundial Juvenil Feminino: Brasil muda de sede e estreia contra a Belgica na segunda fase







Nova fase, nova sede, novos adversários. Este é o atual momento da Seleção Brasileira feminina juvenil de vôlei na disputa do Campeonato Mundial Juvenil da categoria, no Peru. Depois de vencer todos os jogos da fase classificatória, sobre Itália, Sérvia e Cuba, o Brasil saiu de Lima para Trujillo, onde jogará a segunda fase, no ginásio Gran Chimu. O primeiro desafio será nesta terça-feira, às 20h15min (de Brasília), contra a Bélgica.

Ainda em Trujillo, a seleção, que está no Grupo F nesta segunda fase, enfrentará a Eslováquia na quarta-feira, às 22h15min, e a China na quinta, às 20h15min – ambos no horário de Brasília. E se aconteceram algumas mudanças na rotina da equipe do Brasil, um ponto permanece igual: o foco na busca pela medalha de ouro.

Segundo o técnico da equipe verde e amarela, Luizomar de Moura, a próxima fase, assim como a primeira, será complicada.

"Não tem jogo fácil em um Mundial. Apenas a Eslováquia pode ser considerada um pouco abaixo dos outros dois times, mas, ainda assim, um adversário complicado. A Bélgica é a atual campeã dos Jogos Olímpicos da Juventude e a China tem uma equipe bem forte", analisa o treinador.

Confronto contra a maior pontuadora

Sobre o adversário desta terça-feira, Luizomar de Moura afirma que todas as atenções estarão voltadas para a oposto da Bélgica, Van Hecke Lise. A jogadora marcou 95 pontos dos 244 da sua equipe nos três jogos pela primeira fase e é a maior pontuadora do campeonato até o momento.

"Essa é a jogadora a ser marcada. Desde ontem estamos assistindo vídeos dos jogos da Bélgica para traçar uma estratégia para tentar anular as melhores jogadas desta oposto. E, claro, com atenção a todo o time", explica o treinador do Brasil.

Experiência no comando

No comando da seleção brasileira juvenil feminina durante o Campeonato Mundial, o técnico Luizomar de Moura comemora os bons resultados e um histórico que não é para qualquer um. Luizomar assumiu as seleções de base (infanto-juvenil e juvenil) em 2003 e, desde então, sofreu apenas duas derrotas em jogos oficiais.

Agora, no Mundial do Peru, o Brasil conseguiu três vitórias em três jogos: 3 sets a 1 sobre a Itália e Sérvia e 3 a 0 contra Cuba. O bom retrospecto nos oito anos de seleção incentiva ainda mais na busca pela nona medalha de ouro da sua carreira com as seleções de base.

"Estou extremamente motivado. Esse grupo é muito trabalhador, está em busca de também marcar sua época e todas estão muito determinadas em repetir o que fez a geração nascida em 88/89, com um grupo que era formado Natália, Camila Brait, Tandara, Priscila Daroit, entre outras, que venceu todas as competições possíveis na categoria de base", diz Luizomar de Moura.

Títulos pelo mundo

Apenas no primeiro ano em que assumiu a seleção, o treinador não foi campeão. Em 2003, no Mundial Infanto-Juvenil, na Polônia, o Brasil ficou com a medalha de bronze. De lá para cá, só ouro. Em 2004, veio o título do Sul-Americano Infanto, no Equador, e em 2005, o Mundial Infanto, na China. Em 2006, com a seleção juvenil, Luizomar comandou o time na conquista do Sul-Americano, na Venezuela, e em 2007, do Mundial, na Tailândia.

Novamente com o trabalho na categoria infanto-juvenil, o treinador levou o Brasil à conquista do título do Sul-Americano, no Peru, em 2008. Em 2009, a seleção brasileira foi campeã do Mundial Infanto, na Tailândia. E, no ano passado, conquistou a Copa Glória, no Peru, e o Sul-Americano Juvenil, na Colômbia.

Outros grupos

Além de Brasil, Bélgica, Eslováquia e China no Grupo F, outros quatro países disputam as vagas entre os semifinalistas do Mundial. No Grupo E estão no páreo as seleções de Estados Unidos, República Dominicana, Itália e Peru. Estes quatro países jogam em Lima, no ginásio Eduardo Dibos.

Nos grupos G e H estão as equipes que não conseguiram a classificação para a segunda fase. Em Lima, pela Chave G, estão Cuba, Coreia, Tunísia e Japão. E no Grupo H, que, assim como o Brasil, joga em Trujillo, estão Egito, Rússia, Sérvia e Polônia.

Compartilhe no Google +

About ADM VOLEIORG

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Publicidade