Header Ads

>

O desabafo de Paula Pequeno





vôlei Paula Pequeno recebe abraço após ouro no Pan (Foto: Luiz Pires/ Vipcomm)

Paula Pequeno se jogou ao chão ao fim da partida contra Cuba e ali ficou por alguns minutos, chorando. A vitória no tie-break, a medalha de ouro, a superação de alguém que está acostumada a conviver com lesões. Há pouco mais de um ano, em um jogo do Grand Prix, ela subiu de um bloqueio e, ao descer, fraturou um osso do tornozelo esquerdo. Perdeu o Campeonato Mundial e só voltou à seleção em junho. Relembrou tudo o que passou até ali, o ouro nos Jogos Pan-Americanos.

- Estava muito emocionada. Passei por momentos difíceis e tive que me virar sozinha, na raça. Eu, Deus, meus amigos e familiares. Nesse campeonato, o grupo me ajudou muito. Foi uma sensação de desabafo, de "respeitem quando forem falar meu nome".

Paula cometeu erros em três bolas seguidas no início do terceiro set e foi substituída. No quarto, voltou e levou vibração a cada ponto.

- Momentos difíceis fizeram com que o grupo se fortalecesse, e a vitória acaba sendo ainda mais emocionante. O grupo tem de estar entregue. Para eu estar aqui, todo mundo sabe que é porque é por muito amor – disse Paula.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.