Header Ads

>

Osasco conquista o bronze no Mundial de Vôlei





Com uma equipe jovem, o Sollys Osasco conquistou a medalha de Bronze no Mundial de Vôlei. Foto: Reuters

Em sua despedida de Doha, no Qatar, nesta sexta-feira, o Sollys Osasco precisou de apenas 58 minutos para derrotar o Mirador, da República Dominicana, por 3 a 0 (25/9, 25/13 e 25/8), e garantir o terceiro lugar no Mundial de Clubes de Vôlei.

A sensação no time brasileiro foi de dever cumprido, mesmo após as duas derrotas na competição (contra Rabita Baku, do Azerbaijão, e VakifBank Türk Telekom, da Turquia, que decidem o título a partir de 11h de Brasília).

"Pódio em um Mundial tem de ser comemorado. Traçamos um objetivo de acordo com nossas possibilidades. Demos rodagem a este jovem time em um nível que não estamos acostumados, contra grandes adversárias", disse o técnico Luizomar de Moura, logo após a vitória.

O Sollys disputou o Mundial desfalcado de cinco jogadoras (Jaqueline, Tandara, Fabíola e Thaisa, que se preparam para o Pan-Americano de Guadalajara pela Seleção Brasileira, e a americana Hooker, que treina com sua seleção). O time paulista garantiu vaga na competição através do Sul-Americano, no qual substituiu o Unilever, do Rio de Janeiro, que abriu mão de seu direito de disputar o torneio justamente por conta dos desfalques em razão do Pan.

Com o time formado por muitas jovens, entre as quais se destacam a ponteira Samara, a meio de rede Bia, ambas de 19 anos, e a ponteira Ivna, de 21, as brasileiras têm a certeza de que contribuíram para o futuro do vôlei no país.

"Essas meninas têm muito potencial. Todos ficaram surpresos, inclusive as adversárias, que elogiaram nosso time. Demos experiência a elas, que enfrentaram grandes jogadoras no Mundial", afirmou a levantadora Karine, de 32 anos, mais experiente do grupo que conquistou o bronze.

"Para você ter uma ideia, só eu tenho 23 anos de vôlei. O meu papel é passar experiência para elas ", completou.

A delegação do Sollys embarca para o Brasil às 2h (de Brasília) deste sábado. Na quinta-feira, a equipe voltará a atuar, desta vez pelo Campeonato Paulista, diante do Sesi. O título da competição estadual, aliás, é o grande desafio desta equipe, que nos últimos dois anos viu o Pinheiros comemorar. Na edição de 2011, os principais adversários são Vôlei Futuro e Sesi.

"Não tem descanso. Temos de reconquistar este título para depois sonharmos com a Superliga Feminina e a volta ao Mundial do ano que vem", destacou Karine.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.