Header Ads

>

BMG/São Bernardo e Pinheiros iniciam disputa pela última vaga






Foto da notícia

Superliga Feminina: Disputa acirrada pela última vaga

RIO DE JANEIRO, 27.02.12 – A fase classificatória da Superliga feminina de vôlei 11/12 caminha para a reta final e, com seis times matematicamente classificados e uma equipe muito perto de avançar, BMG/São Bernardo (SP) e Pinheiros (SP) travam duelo direito pela oitava e última vaga nas quartas-de-final da competição. Nesta TERÇA-FEIRA (28.02), as duas equipes entrarão em quadra, na oitava rodada do returno, para confrontos importantes na definição da classificação para a segunda fase da competição.

O BMG/São Bernardo jogará em casa, no ginásio Baetão, em São Bernardo do Campo (SP), às 20h, contra o Rio do Sul (SC). No mesmo horário, o Pinheiros receberá o Sollys/Nestlé (SP), no ginásio Henrique Villaboim, em São Paulo (SP).

Ao término da sétima rodada do returno, Unilever (RJ), com 50 pontos, Sollys/Nestlé (SP), 46, Vôlei Futuro (SP), 43, Sesi-SP, 37, Usiminas/Minas (MG), 35, e Banana Boat/Praia Clube (MG), 28, estão matematicamente garantidos nas quartas. O Mackenzie/Cia do Terno (MG), que soma 26, depende de mais uma vitória nas últimas quatro rodadas para confirmar sua classificação. Assim, BMG/São Bernardo e Pinheiros, com 16 pontos cada, lutam pela última vaga.

O time do ABC paulista, que perdeu por 3 sets a 0 para o Mackenzie/Cia do Terno na última rodada, conta com uma vitória em casa para seguir na luta pela vaga e também para se distanciar da equipe catarinense, que tem 11 pontos e pode entrar na disputa em caso de resultado positivo.

"O jogo contra Rio do Sul será muito importante, pois se eles nos superarem também entrarão na briga pela última vaga. É uma partida que nos exigirá muita paciência e tranquilidade para superar a forte defesa do adversário", diz o técnico do BMG/São Bernardo, José Alexandre Devesa, que projeta uma disputa intensa pela classificação.

"Nossa equipe e a do Pinheiros são bastante niveladas, tanto que os últimos confrontos terminaram em 3 a 2. Nas próximas rodadas, teremos adversários que ocupam posições inferiores em relação aos times que o Pinheiros vai enfrentar, mas o importante é manter o foco e encarar a responsabilidade que temos de garantir a classificação. Vamos ter que jogar muita bola", acredita.

Do lado do Pinheiros, o técnico Wagner Coppini aposta no crescimento da equipe no returno para brigar pela vaga nas quartas-de-final. Segundo o treinador, a equipe vem apresentando um bom padrão de jogo, apesar de, na rodada passada, ter sido superada pelo Vôlei Futuro por 3 sets a 0.

"No primeiro turno, perdemos alguns jogos em situações em que controlávamos a partida e tivemos muita atenção para que isso não se repetisse no returno. À exceção da última partida, quando a equipe sentiu a pressão por jogar em Araçatuba e teve desempenho bem abaixo, o time vem se comportando muito bem. Tenho dito às atletas que o mais importante é que dependemos apenas dos nossos resultados para avançar", explica Wagner, que acredita que pontuar já na partida contra o Sollys/Nestlé fundamental.

"Analisando as próximas rodadas, avalio que o BMG/São Bernardo terá confrontos teoricamente mais favoráveis que os nossos. Então, temos que tentar pontuar em todas as partidas. Acredito que somando mais seis ou sete pontos nestes últimos jogos teremos chances de alcançar o nosso objetivo e chegar à segunda fase", completa.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.