Header Ads

>

Fundamentos e as Técnicas do voleibol





A American Sport Educacion Program (ASEP) (1999) aponta que os fundamentos do jogo são o: saque, manchete, toque, cortada e bloqueio. O saque além de colocar a bola em jogo pode ser utilizado como uma tática individual do atleta dependendo do seu nível de habilidade ou da equipe que esta enfrentando e por isso pode ser um caminho eficaz para um time marcar pontos rapidamente. Há três tipos de saque, o saque por baixo, por cima e o saque viagem, que se diferencia do saque por cima por ser feito em suspensão (RIBEIRO, 2004).

A manchete normalmente é usada para recepcionar saques e defender ataques e para recuperar bolas que estejam abaixo da linha da cintura do jogador. Normalmente é vista como uma técnica de transição entre a defesa e a preparação do ataque. Portanto, sendo bem executada favorecerá, o ataque, pois proporcionará ao levantador uma boa qualidade no passe favorecendo-o no levantamento (RIBEIRO, 2004).

O toque, passe por cima da cabeça, é usado em bolas altas e lentas. É também utilizado por levantadores por ser um mais preciso do que a manchete. A cortada é a finalização do ataque, normalmente é por ela que a equipe consegue marcar seu ponto (ASEP, 1999).

O bloqueio tem duas funções, pode ser tanto de ataque como de defesa, ou seja, o bloqueio é utilizado para impedir que o atacante adversário consiga executar o ataque, fazendo com que a bola retorne para a quadra do atacante. Esta habilidade também pode ser considerada como uma ação defensiva no qual ele servirá para amortecer um ataque facilitando a defesa de seu time (ASEP, 1999).

Esses fundamentos são extremamente importantes e, na maioria das vezes, exaustivamente treinados para que as técnicas do voleibol sejam executadas da melhor maneira possível e, assim, o objetivo da equipe seja alcançado.

,As técnicas do voleibol são saque, recepção, levantamento, ataque, bloqueio, cobertura, defesa e contra-ataque. Na verdade, essas técnicas estão relacionadas com os fundamentos do jogo. O saque é utilizado para dificultar a recepção adversária, para que o passe não seja executado de forma correta, fazendo com que a ação de ataque também saia prejudicada. As principais características do saque no voleibol moderno são: precisão, potência, regularidade e irregularidade da trajetória. (RIBEIRO, 2004).
Na recepção, o fundamento mais utilizado é a manchete, por ter que suportar uma força maior provinda do saque, estes vindo muitas vezes abaixo da linha da cintura. Por ser o primeiro passe, a qualidade da recepção influirá decisivamente na construção do ataque. Desta forma, o treinamento individualizado desta habilidade, combinado com o saque e o levantamento, é de extrema importância para a preparação de uma equipe e seu desempenho no jogo (RIBEIRO, 2004).

No levantamento, o principal fundamento utilizado pelo levantador é o toque, por ser mais eficiente e muito mais preciso. Para que este seja efetuado de maneira correta, existem princípios como o domínio da técnica do toque e suas variações (BOJIKIAN, 1999). Além disso, o levantador tem que realizar deslocamentos rápidos a fim de conseguir uma boa postura diante da bola e a manutenção do equilíbrio do corpo em qualquer circunstância, para que não comprometa a execução do levantamento, que normalmente é realizado a partir de um salto, visando aumentar a velocidade do jogo. Rocha (2000), em seu estudo, ao destacar a importância do saltar, notou que o levantador, devido a sua função no jogo, é o componente da equipe que mais executa o salto como forma de preparação do ataque.

O ataque consiste no golpe decisivo, aquele que normalmente decide o "rally", e tem como principal golpe a cortada. Porém, identificamos nas equipes variações quanto à execução deste fundamento visando dificultar a defesa da equipe adversária e colocar a bola no chão (BORSARI & SILVA, 1975).

Taticamente, esta técnica pode ser utilizada com um golpe suave, a bola largada, que visa enganar o defensor adversário. Para Rocha (2000), o saltar é o componente decisivo na execução desta habilidade, pois adquirir uma boa altura e de forma equilibrada é fundamental.

O bloqueio consiste em formar uma barreira próxima e acima da rede, contra o ataque adversário (BORSARI & SILVA, 1975). O bloqueio e o ataque realizam um jogo à parte, com o bloqueador lutando contra a velocidade, a força e a imaginação do atacante, e tentando superá-lo em uma situação adversa. Esta técnica pode ser realizada individualmente, em dupla ou por três jogadores.

Jogadores estes que estão na zona de ataque e assim, podem saltar próximo a rede e buscar interceptar a bola atacada pelo adversário (ROCHA, 2000;BORSARI, 2001).
O contra-ataque surge através de uma boa defesa ou de uma ação de cobertura eficaz, estes sendo feitos, a equipe terá a oportunidade de abrir vantagem no placar, por ter recuperado a posse de bola e na transição voltar a atacar a equipe. São jogadas rápidas e que proporcionam uma emoção maior ao jogo.

Ribeiro (2004) confirma a importância da defesa, pois constata que cada vez que a equipe realiza uma defesa, o adversário deixa de conquistar um ponto e sua equipe tem a oportunidade de fazer o seu. Conceituando, podemos afirmar que a defesa é uma ação executada pelos jogadores sobre a bola com a finalidade de impedir que esta, atacada pelo time adversário, caia no campo da equipe defensora ou de recuperar as bolas atingidas com imperfeições por um jogador, vindas diretamente deste ou da rede.
A cobertura será realizada pelos jogadores que não participarem do bloqueio. Eles ficarão responsáveis pelas bolas que possam passar pelo bloqueio, assim tendo uma importância muito grande o posicionamento destes que a executarão.

Antes de discutirmos as variações dos sistemas táticos, precisamos entender que em partidas de voleibol, as jogadas acontecem de uma forma cíclica. (RIBEIRO 2004). Caberá o treinador estimular a prática desses fundamentos dentro desta dinâmica, visando o desenvolvimento técnico de seus atletas, bem como iniciar a organização tática da equipe.

Retirado daqui Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

3 comentários:

Tecnologia do Blogger.