Header Ads

>

Minas salva seis match points e bate o Vôlei Futuro no tie-break






Insistência. A palavra pode definir bem o jogo entre Minas e Vôlei Futuro pela sexta rodada do returno da Superliga Feminina, na noite desta quinta-feira, em Belo Horizonte. Depois de estar perdendo por 2 sets a 0, o time de Araçatuba se recuperou, forçou o tie-break e chegou a ter seis match points. Mas a equipe mineira também não desistiu e, empurrada pela torcida, venceu de forma heroica: 3 a 2, parciais de 25/17, 25/23, 20/25, 20/25 e 17/15.

Agora, as equipes ganham um breve descanso para o carnaval e voltam jogar apenas na outra semana. No dia 24 de fevereiro, uma sexta-feira, o Vôlei Futuro recebe o Pinheiros no Ginásio Plácido Rocha, às 19h (de Brasília). No dia seguinte, o Minas encara o Osasco, às 15h, no Ginásio José Liberatti.

O Vôlei Futuro começou o jogo cometendo muitos erros, e o Minas aproveitou para abrir cinco pontos de frente (9/4). As visitantes até conseguiam diminuir a distância, mas ela caía no máximo para dois pontos. Administrando bem a vantagem e emendando uma sequência de quatro pontos seguidos, o time da casa fechou o primeiro set por 25/17 em um ataque da cubana Herrera.

O segundo set começou mais equilibrado, mas, errando menos, o Vôlei Futuro comandou o placar durante quase toda a parcial. Mas o time mineiro cresceu na hora certa e, com uma sequência de 6 a 1, virou a partida quando Mari encarou o bloqueio triplo (23/22). Três lances depois, Natasha bloqueou a tentativa de segunda de Ana Cristina para abrir 2 a 0 para o Minas: 25/23.

O equilíbrio continuou no começo da terceira parcial, até o Vôlei Futuro conseguir abrir uma vantagem de quatro pontos na metade do set (16/12). A equipe da casa ainda encostou (21/19), mas o time de Araçatuba cresceu no bloqueio e contou com o momento ruim de Daymi para chegar ao set point com cinco pontos de distância. No ataque de Walewska, as visitantes fizeram 25/20 para continuarem vivas no jogo.

As paulistas mantiveram o bom ritmo no quarto set e rapidamente abriram seis pontos (9/3). O Minas foi buscar e empatou a parcial quando Herrera atacou, a bola bateu no bloqueio de Ana Tiemi e foi para fora (11/11). Mas as anfitriãs se desconcentraram e viram as adversárias abrirem boa vantagem novamente (19/15). Contando com uma boa atuação de Fê Berti, o Vôlei Futuro fez 25/20 e forçou o tie-break.

Com boas atuações de Fernanda Garay e Paula Pequeno, o Vôlei Futuro dominou o início do tie-break e ficou muito perto de fechar o jogo quando abriu 14/8. Mas o Minas não se entregou. A cada match point salvo, o time vibrava muito em quadra, e a torcida comemorava na arquibancada. Se as visitantes desperdiçavam oportunidades de vencer a partida, a equipe mineira fez diferente. Na primeira chance que tiveram, as anfitriãs levaram o ginásio à loucura ao fazer 17/15 e ganhar o confronto.

Confira os resultados da sexta rodada:
16/02 (QUINTA-FEIRA)
Minas 3 x 2 Vôlei Futuro, parciais de 25/17, 25/23, 20/25, 20/25 e 17/15
Macaé 1 x 3 Osasco, parciais de 25/17, 25/27, 25/19 e 25/17
Praia Clube 0 x 3 Rio de Janeiro, parciais de 25/17, 25/22 e 25/19
São Bernardo 3 x 0 São Caetano, parciais de 25/23, 25/20 e 25/12
17/02 (SEXTA-FEIRA)
Mackenzie x Rio do Sul, às 18h30m, em Belo Horizonte (MG) SPORTV
Pinheiros x Sesi, às 19h30m, em São Paulo (SP)

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.