Header Ads

>

Rio de Janeiro mantém a superioridade e vence o Praia Clube






A estratégia do Praia Clube de jogar no próprio ginásio, tendo à disposição uma arena municipal bem maior, desta vez não deu certo. Acostumadas com arquibancadas grandiosas as jogadoras do Rio de Janeiro não se intimidaram e mantiveram a hegemonia de 16 vitórias consecutivas na Superliga 2011/2012. O Praia completou na partida desta quinta-feira, a oitava derrota para o time carioca, desde que entrou na competição, em 2008. São 24 sets perdidos para o Rio de Janeiro. Nesta quinta-feira as parciais foram 17/25, 22/25 e 19/25.

Mesmo sob a vaia de mais de 1,3 mil torcedores do Praia Clube, o Rio de Janeiro abriu o placar. Foram dois pontos seguidos até sair o primeiro das donas da casa. Com cinco pontos à frente (3/8) o Rio de Janeiro obrigou o Praia a pedir tempo. E foi bom, na volta o clube mineiro abriu quatro pontos (7/8) e alcançou o Rio (9/9). O que fez Bernardinho pedir tempo para dar o tradicional puxão de orelha nas jogadoras. No retorno, o líder da Superliga impôs o seu ataque e conseguiu abrir 7 pontos no placar (17/24). O Praia errou passes e ficou submisso aos bloqueios do adversário e o set foi fechado em 17/25.

Praia Clube e Rio de Janeiro (Foto: Fernanda Torquato)
(Foto: Fernanda Torquato) 

O segundo set começou com vantagem para o Praia. Até o décimo ponto o clube mineiro se manteve à frente. Quando veio a desvantagem (10/11) era tarde para o Rio de Janeiro. As praianas já dominavam o jogo e o set ficou ponto a ponto. O time carioca se atrapalhou em quadra duas vezes e deu pontos para o adversário. Os dois lances mal sucedidos envolveram a líbero Fabi. No primeiro, ela se atrapalhou com a proximidade do técnico Bernardinho e por pouco não tropeçou no treinador e perdeu a bola. No segundo, com um chute ela livrou um ponto, mas Juciely de cabeça jogou pra fora da quadra. Set difícil para as duas equipes até o décimo nono ponto do Praia. A partir daí o Rio atacou mais, o Praia continuou defendendo, mas também errando. E foi com um bloqueio mal feito que finalizou o set em 25/22 para as visitantes.

Elis entrou para fazer o segundo ponto do Praia no terceiro set. O Rio abriu seis no placar até a substituição de Sara pela ponteira. O Rio com a média de cinco pontos se manteve à frente no placar. Mas a vantagem não intimidou o Praia que correu atrás, atacou melhor que no primeiro set, mas não tão bem quanto no segundo. O clube tentou, mas o máximo que conseguiu diminuir foi em três pontos (18/21). Valeskinha com um potente ataque fez o último ponto do jogo e o terceiro set ficou em 19/25.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.