Header Ads

>

BMG/São Bernardo pronto para desvendar os segredos do Sada







Ano passado quando Rubinho foi o técnico da seleção brasileira campeã do Pan-Americano no México o treinador do BMG/São Bernardo ficou conhecido por um apelido: o de "técnico geek" por usar um Ipad com informações sobre o que aconteciam nos jogos durante a competição. Agora, o comandante da equipe do ABC usa a tecnologia para tentar segurar o Sada/Cruzeiro no segundo jogo do playoff nesta sexta-feira, 23 de março às 18h45 (com SPORTV).

Durante a semana Rubinho e toda sua comissão técnica dividiram o tempo entre treinos, vídeos, anotações e estatísticas. "Distribuímos entre a comissão técnica os vídeos. Cada um fica com uma parte. O Alê (assistente) fica com a parte de bloqueio, já o Magoo (auxiliar) fica com a parte do saque. Todas as equipes trabalham bastante durante a temporada e, nessa época de playoff ainda mais", avisou o comandante.

Anotações no papel, informações no computador. Cada um tem seu jeito na hora de analisar o conteúdo entregue pela estatística da equipe Luciana La Plata. "Cada um tem seu modo de trabalhar, um é mais visual com os vídeos, outros como eu preciso escrever para visualizar todas as informações. Tenho anotações próprias para cada ação nossa e do adversário. Em conjunto, demoramos cerca de seis horas para analisar os vídeos visando apenas uma partida", acrescentou.

Na hora do jogo, todo o trabalho fora de quadra é colocado em prática. "Tentamos ao máximo criar inúmeras situações nessas análises para que, amanhã na hora do jogo, possamos fazer sempre o diferente e deixar com que nossos atletas não tenham surpresas durante a partida. Nosso propósito é que tenhamos também estratégias para sair de alguma dificuldade que se apresentar na hora", contou Rubinho.

Porém, tudo o que a comissão técnica faz com a tecnologia fora de quadra é preciso ser absorvido pelos jogadores e, transformados, números em ações. "Os vídeos e estatísticas são essenciais para que possamos sair de alguma situação adversa e ter outras a nosso favor. O Sada é uma grande equipe, sabemos que é preciso ter um equilíbrio nas ações durante a partida", diz o central Luisinho, uma das referências de bloqueio da equipe.

Para o oposto Renan Buiatti a partida de amanhã é 'tudo ou nada'. "Amanhã é nossa chance de fazer história. Temos que dar tudo o que, em algum momento, faltou na fase de classificação. É a nossa final. Todos os dias, desde o jogo passado estamos vendo vídeos, conversando sobre o que é preciso fazer. Antes de tudo, temos que errar menos do que eles, só assim conseguiremos surpreender", avaliou o camisa 14, 6º maior pontuador da Superliga com 323 pontos.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.