Header Ads

>

Florianópolis vence o Minas no tie-break com show de Bruninho





O ginásio do Capoeirão, em Santa Catarina, não ficou em silêncio um minuto sequer na noite deste sábado. Foi com essa vibração que o Florianópolis venceu o Minas de virada, por 3 sets a 2 (parciais de 25/27, 25/17, 24/26, 25/20 e 15/8), e largou na frente na série melhor de três jogos das quartas de final da Superliga Masculina. Destaque para o levantador Bruninho, que deu uma de atacante, incendiou a torcida e ainda foi eleito o melhor em quadra.

O segundo jogo entre as duas equipes acontece na próxima sexta-feira, dia 23 de março, às 21h, em Belo Horizonte. O Florianópolis precisa apenas de mais uma vitória para avançar às semifinais da competição. Já o Minas tem que vencer para forçar a terceira partida, que, se for necessária, será mais uma vez no ginásio Capoeirão.

O Florianópolis começou o jogo mostrando quem manda no Capoeirão. Com a torcida fazendo muito barulho, os donos da casa abriram 4 a 0 no placar e conseguiram manter a diferença até o 8 a 4. Mas Filip apareceu pelo Minas com um bloqueio simples e empatou a partida (9 a 9). Aí foi a vez do técnico Douglas Chiarotti parar o jogo. Na volta, equilíbrio. De um lado, Bruninho encontrava Rivaldo, que virava a maioria das bolas. Do outro, Lucarelli abusava das bombas no saque. O set foi a 25 a 25, e Orestes, com um bloqueio, fechou em 27/25, mostrando que os mineiros não estavam de brincadeira.

Mordido, o Florianópolis começou o segundo período na frente, assim como no set inicial. Mas dessa vez os catarinenses não permitiriam a virada. Em noite inspirada, Rivaldo atacava pelo meio e pelas pontas com sucesso (10 a 6). Enquanto isso, o Minas tinha o levantador Marcelinho, que distribuía bem as jogadas, principalmente com o ponteiro Lucarelli. Mas, sem dó, João Paulo cravou uma bola na quadra dos mineiros, fez 14 a 10 e iniciou a disparada do Floripa. Bruno Temponi tentou uma largadinha, Rivaldo se antecipou, dando um toco para fazer 24 a 16, e comemorou muito. Logo em seguida, a equipe da casa fechou em 25/17.

O terceiro set foi o mais equilibrado. As duas equipes não se descolavam no placar e ponto a ponto caminhavam para decidir o período nos detalhes. Só quando estava 18 a 17, Gustavo apareceu pelo meio para abrir dois pontos para o Florianópolis (19 a 17). Lucarelli respondeu com força no saque e virou para o Minas (21 a 22). O técnico Douglas Chiarotti colocou Kaio em quadra, o oposto superou o bloqueio triplo e colocou o Floripa à frente novamente (23 a 22). Mas na hora de decidir, os mandantes atacaram duas vezes para fora, com Kaio e Rivaldo, e permitiram que o Minas fechasse em 26/24 - 2 a 1 em sets.

O Florianópolis precisava de uma vitória no quarto set para forçar o tie-break. Os dois times caminharam juntos até o 10 a 10, quando o Minas começou a errar muito e permitiu que o Floripa abrisse sete pontos. Inspirado, o levantador Bruninho deu uma de atacante e virou duas bolas. Os visitantes bem que tentaram reagir, mas não havia mais tempo. Henrique sacou para fora, e o Floripa fechou o set em 25 a 20.

A decisão do encontro dos tetracampeões da Superliga ficou mesmo para o quinto set. E muita vibração estava por vir. O Florianópolis fez 2 a 0, mas o Minas anotou quatro pontos seguidos e virou para 4 a 2. Depois foi a vez do Floripa dar o troco, mais quatro pontos consecutivos e outro revés: 6 a 4. Daí para frente só deu a equipe catarinense. Bruninho dividiu com Henrique na mão-de-ferro e levou a melhor. Gustavo parou Filip no bloqueio. Todos os pontos comemorados com muita energia. João paulo fez 14 a 8 e quando Filip atacou para fora, a vitória estava definida: 15/8.

 

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.