Header Ads

>

Minas tenta empatar série com Florianópolis contando com Lucarelli





Ricardo Lucarelli, Minas vôlei (Foto: Douglas Magno/VIPCOMM)

Há um ano, Ricardo Lucarelli era apenas um reserva do time do Minas que buscava uma vaga nas semifinais da Superliga. Agora, o ponteiro de apenas 20 anos é uma das principais esperanças para a equipe continuar viva na competição. Depois de perder o primeiro jogo das quartas no tie-break, os mineiros recebem o Florianópolis às 21h desta sexta-feira em Belo Horizonte precisando vencer para forçar a terceira partida. O SporTV transmite o confronto.

- É uma surpresa estar jogando essa quantidade que estou jogando esse ano. Ainda mais em uma equipe boa e forte como o Minas. Com certeza não imaginava isso há um ano – afirmou Lucarelli em entrevista por telefone.

Apesar dos 20 anos e de tanto crescimento, Lucarelli não perde a calma nem ao falar, nem em quadra. Nascido em Contagem e jogando em Belo Horizonte, ele usa a "mineirice" a seu favor.

- Sou come-quieto mesmo, tentando conquistar meu espaço pelas beiradas (risos). Eu tento ser mais tranquilo. Também porque acho que, se eu for assim, me ajuda mais no jogo. Na hora decisão, é bom para um atacante estar tranquilo. Eu acabo não colocando tanta pressão em mim, até para facilitar o jogo. Se colocar muita pressão acaba errando mais – disse.

Colocando ou não pressão em seus ombros, Lucarelli é a grande esperança da torcida do Minas que deve lotar o ginásio nesta sexta. Afinal, ele foi o maior pontuador do time no primeiro confronto, vencido pelo Florianópolis por 3 sets a 2. Foram 21 pontos, sendo 15 de ataque, quatro de saques e dois em bloqueios.

Ricardo Lucarelli ao lado de Leandro Vissotto e Lucão, vôlei (Foto: Alexandre Arruda/CBV)
Ricardo Lucarelli ao lado de Leandro Vissotto e Lucão, vôlei (Foto: Alexandre Arruda/CBV)

A ascensão de Lucarelli foi quase meteórica. No início da temporada, ele foi um dos destaques do Mundial Juvenil, apesar do fraco desempenho da seleção brasileira. Acabou ganhando uma chance de treinar com a equipe do técnico Bernardinho e chegou a disputar um amistoso depois que Giba se machucou. Depois foi convocado para o Pan de Guadalajara, mas ficou fora por causa de uma lesão na virilha. No Minas, deixou a reserva e virou referência em um time com atletas consagrados como Marcelinho, Henrique e Anderson.

- Lá em Saquarema, foi uma experiência única, poder treinar com meus ídolos. (Treinar com o Bernardinho) foi muito bom para mim em questão de amadurecimento. Ele foi bem paciente porque eu estava chegando. E os jogadores também me acolheram. No Pan, a expectativa estava lá em cima, mas infelizmente a lesão me atrapalhou. Mas sou bastante novo e espero ter outras chances. Fiquei frustrado, mas feliz só de ser lembrado.

Cruzeiro encara São Bernardo fora de casa
Dono da melhor campanha da primeira fase, o Cruzeiro está a uma vitória das semifinais da Superliga. Depois de um triunfo tranquilo no primeiro jogo das quartas de final, o time mineiro enfrenta o São Bernardo fora de casa nesta sexta-feira, às 18h45m, no Ginásio Poliesportivo de São Bernardo do Campo.

- Claro que já gostaríamos de ter a vaga nessa partida. Essa é a nossa ideia, mas o jogo é dentro da quadra, não tem como dizer o que pode acontecer. O São Bernardo chegou com muita vontade e agora temos que estar ainda mais focados e fazer o nosso máximo para conseguir esse objetivo – disse o levantador William.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.