Header Ads

>

São Bernardo derrota o Cruzeiro e força terceiro jogo da série





http://www.vipcomm.com.br/site/upload/slmsada8_wr_230317.jpg.jpg

Nos três primeiros confrontos entre São Bernardo e Cruzeiro, o time mineiro havia vencido por 3 sets a 0. Mas, nesta sexta-feira, os paulistas jogavam pela sobrevivência na Superliga e ainda contavam com o apoio da torcida no Ginásio Poliesportivo. E os jogadores se superaram em quadra. Oitava colocada na primeira fase, a equipe ignorou o favoritismo adversário e venceu por 3 sets a 1 para forçar a terceira partida das quartas de final.

O confronto decisivo, que vale uma vaga nas semifinais, acontece no dia 31 de março, sábado, no Ginásio do Riacho, em Contagem.

- O grupo acredita. Falam que é time de moçada, mas é aqui que joga. É parar de falar e fazer. A gente conversou a semana inteira. O primeiro jogo a gente errou muita coisa taticamente. Hoje a gente mostrou o que tinha que fazer e, dentro de casa, impôs nosso ritmo - disse Luizinho, destaque da partida.

O jogo até começou equilibrado, mas o São Bernardo foi dominando o primeiro set aos poucos. Sacando melhor, bloqueando melhor e atacando melhor, o time da casa não demorou a tomar vantagem e abrir quatro pontos no segundo tempo técnico (16/12). Sem conseguir encaixar seu jogo, o Cruzeiro não conseguiu ameaçar os anfitriões, que fecharam a parcial em uma bola rápida com Isac: 25/20.

A partida mudou de cara no início do segundo set, e o time mineiro largou muito bem, abrindo 5/0. Mas o São Bernardo não se entregou. Aos poucos foi equilibrando o duelo novamente, encostou no placar e passou a frente (19/18). Não durou muito. O Cruzeiro voltou a crescer e logo retomou a liderança. Em ataque de Sanchez, a partida ficou empatada em 1 set a 1: 25/22.

O São Bernardo diminuiu a quantidade de erros no terceiro set, voltou a ditar o ritmo da partida e abriu sete pontos de vantagem no segundo tempo técnico (16/9). O Cruzeiro até ensaiou uma reação e diminuiu a distância para dois, mas um ace de Luizinho jogou um balde de água fria nos visitantes (20/16). Melhor em quadra, Luizinho pediu a bola para fechar a parcial. Recebeu e, na jogada pelo meio, fez 25/22.

O quarto set foi o mais equilibrado. As duas equipes ficaram se alternando na frente do placar até o segundo tempo técnico, quando o São Bernardo liderava por 16/15. Precisando vencer a parcial para forçar o tie-break, o Cruzeiro seguiu na cola do adversário, mas não conseguiu a virada. Em um erro da arbitragem, que deu bola fora em ataque de Filipe que foi dentro, o time da casa fez 25/21 e fechou o duelo em 3 sets a 1.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.