Header Ads

>

Tenho que confessar: fiquei com vergonha alheia





http://www.vipcomm.com.br/site/upload/slfusiminas1_wl_2403201204.jpg


Acabou a pouco o primeiro jogo da semi final da Superliga Feminina entre o Sollys/Osasco e o Usiminas. Valeu o melhor volume de jogo das meninas do Osasco que pouco erraram e colocaram o Minas na roda, literalmente. Jogaram demais, com um ótimo volume de jogo.

Porém, o destaque dessa partida vai para o terceiro cartão amarelo que a cubana Daymi levou, impossibilitando-a de participar do segundo jogo da semi final, em Minas. Ou seja, o Minas vai para o segundo jogo sem uma das suas principais jogadoras, sendo que o último cartão amarelo foi levado de uma forma tão cretina que fiquei na dúvida se deveria ser comentado ou não.

No total, as cubanadas levaram 5 cartões amarelos. E eu, que sou amante do bom voleibol e não torço pra nenhum time em especial, fiquei com vergonha alheia das jogadoras do Sollys comemorando a suspensão da cubana e  do juiz afastando a capitã do Minas que tentava falar com ele. O lance que a cubana levou o cartão amarelo não foi para cartão amarelo. 

Que o voleibol não se transforme em um jogo sem vibração. E que o cartão amarelo seja usado para o bem do voleibol.


Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.