Header Ads

>

Vôlei Futuro bate o Praia de virada e chega à semifinal da Superliga






O Praia Clube não chegou às semifinais da Superliga Feminina de Vôlei, mas deu trabalho para o adversário nos playoffs. No primeiro jogo, na casa do Vôlei Futuro, em Araçatuba, o time levou a decisão para o tie-break e neste sábado, em casa, não foi diferente. As praianas foram superiores ao time paulista nos três primeiro sets da partida, mas a derrota por 28 a 26 balançou as estruturas das jogadoras, que voltaram para o jogo sem o rendimento dos sets anteriores. O Vôlei Futuro aproveitou a oportunidade e se deu melhor. As parciais foram 25/18, 25/20, 26/28, 16/25 e 11/15.

O jogo teve início com o saque da levantadora do Praia Clube, Juliana, e no contra-ataque a oposta Monique abriu o placar. Para alcançar, o Vôlei Futuro precisou atacar três vezes até conseguir o quarto ponto (4/4). A equipe de Araçatuba conseguiu virar com um saque direto pra quadra do adversário sem chances de defesa. E Paula Pequena aumentou mais um ponto com uma pancada no corredor (5/7). O Praia fez o primeiro ponto de bloqueio no set e ficou dois pontos à frente (10/8). O clube mineiro conseguiu abrir cinco pontos (18/13), quando Paulo Coco inverteu o esquema de jogo: Ana Tiemi no lugar de Joycinha e Fernanda Berti na posição de Ana Cristina. Um ataque de Dayse colocou Paula Pequeno no chão e aumentou mais a diferença de pontos (22/16). O set fechou em 25/18 para as praianas.

Praia Clube e Vôlei Futuro (Foto: Flávio Cortez)
Praia Clube e Vôlei Futuro (Foto: Flávio Cortez)

O Praia Clube mais uma vez pontuou na frente e aproveitou bem os contra-ataques, dos 13 pontos iniciais no set, seis foram de aproveitamento de bola (13/10). A meio de rede Walewska mostrou jogo de Seleção a partir do segundo set e ajudou o time a chegar ao 18º na partida (20/18), fazendo o seu sétimo ponto no jogo. O Vôlei Futuro tenta não perder mais um set com uma bela defesa de Paula Pequena, mas o penúltimo ponto do adversário veio com um erro de saque. O Praia então fecha o jogo em 25 a 20.

No terceiro set um outro Vôlei Futuro entrou em quadra. Walewska, ex-Seleção Brasileira jogou com muita categoria e fez chover pontos na quadra do Praia Clube. O time evoluiu ponto a ponto junto com o adversário e chegou a abrir vantagem de dois pontos. O décimo ponto veio com a ajuda de outra meio de rede, que entrou no jogo e ficou até o fim, Carol Gattaz. A meio de rede conduziu a partida e abriu espaço também para Ana Tiemi. O Praia Clube fez um belo ponto com uma bola de fundo conduzida para a quadra adversária pelas mãos de Dayse. O set muito equilibrado foi finalizado só no 28º ponto, com um ataque de Joycinha que deu a primeira vitória no jogo para o Vôlei Futuro: 28 a 26.

Um grande rally deu início ao quarto set e Paula Pequeno abriu o placar e seguiu pontuando (1/4). O Praia conseguiu virar e dobrou a pontuação com Monique furando a muralha formada por Fernanda Garay e Carol Gattaz. Mas o ataque mineiro paralisou e viu o Vôlei Futuro abrir dez pontos à frente com um toco de Garay (5/10). Walewska que cresceu no jogo a partir do terceiro set atacando, passou a defender muito e encontrou o caminho para levar o time para o tie-break. Até o quarto set, a meio de rede tinha quase um set inteiro de pontos de feitos por ela, a soma era 23. Dois erros do Praia conduziram o adversário para a conquista do set: Elis no saque e Angélica com uma bola para fora. 25 a 16 para o Vôlei Futuro.

Vôlei Futuro (Foto: Flávio Cortez)

Um saque de Juliana e um contra ataque de Monique fizeram o Praia abrir o set final. Joycinha atacou na diagonal e passou à frente. Suelle, no ataque, deixou a bola na rede (1/3). Dayse diminuiu a diferença finalizando mais um rally no jogo em parceria com a levantadora Juliana (2/3). Carol Gattaz aumentou a diferença (2/4). Monique fez o terceiro do Praia furando um bloqueio. Sara entrou no jogo, mas sacou direto pra fora entregando um ponto para o time paulista (3/7). O Vôlei Futuro chegou ao tempo técnico com o dobro de pontos do Praia Clube (8/4). Na volta, Carol Gattaz fez um saque curto que ficou na rede (5/8). O décimo ponto veio com um ataque de Fernanda Garay, que estourou no bloqueio das praianas, mas foi pra fora (10/6). Juliana com um saque certeiro completou nove pontos para o Praia. Dayse conseguiu bloquear Walewska e empatou o set decisivo do jogo (10/10). Paula Pequeno, de ataque, e Ana Tiemi e Carol Gattaz, de bloqueio, cresceram dois pontos (10/12). Suelle não recebeu bem e entregou mais um ponto (10/13). Mais um rally definido por Joycinha levou o time de Araçatuba a entrar no match point (10/14). Dayse, que defendeu muito bem durante todo o jogo, fez um saque errado e levou o Vôlei Futuro à semifinal da Superliga de Vôlei com 15 a 11.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.