Publicidade

Header Ads

Minas supera Volta Redonda no tie-break e mantém boa sequência


Embalado por seis vitórias seguidas na Superliga masculina de vôlei, o Minas recebeu, neste domingo, o Volta Redonda, pela quarta rodada do returno. O time fluminense, pressionado por oito derrotas consecutivas e por uma colocação ruim na tabela de classificação, entrou em quadra na tentativa de se recuperar no tornio. Os mineiros, incentivados pela torcida, que compareceu em bom número à Arena JK, em Belo Horizonte, tiveram muito trabalho, mas mantiveram a boa fase. Em uma partida longa e muito disputada, o Minas venceu por 3 sets a 2 (21/25, 25/22, 23/25, 25/17 e 15/11).

Minas e Volta Redonda se enfrentam em BH (Foto: Rodrigo Fuscaldi / Globoesporte.com)

O destaque foi Henrique, o xodó da torcida minastenista. O jogador, sempre que esteve em quadra, deu o sangue em cada ponto e contagiou o torcedor. Marcelinho também esteve bem, principalmente nos três últimos sets.

Agora, na próxima rodada, o Minas encara o São Bernardo, fora de casa. A partida será realizada nesta quinta-feira, às 19h (de Brasília). O Volta Redonda também entrará em quadra nesta quinta, mas às 20h30m. O adversário será o Florianópolis, no ginásio Capoeirão, na capital de Santa Catarina.

Muito luta dos dois times

Minas e Volta Redonda se enfrentam em BH (Foto: Rodrigo Fuscaldi / Globoesporte.com)

Disposto a encerrar a enorme sequência de derrotas, o Volta Redonda começou muito bem. Equilibrado, o time fluminense impôs o jogo ao adversário e, mesmo que também tenha tido muito trabalho para impedir os pontos do Minas, sempre se manteve à frente. No segundo tempo técnico, o Voltaço já havia aberto 16/11 no placar. Embora os mineiros ainda tentassem se aproximar, o Volta Redonda manteve a calma, virou as bolas, especialmente com Canuto, e, em um erro de saque de Quiroga, fechou o primeiro set: 25/21.

O segundo set começou muito equilibrado. Porém, uma baixa complicou e desestabilizou o Volta Redonda. O líbero Daniel, ao saltar em uma bola, se lesionou no joelho esquerdo e teve que deixar a quadra. Em seu lugar, improvisado, Alex assumiu a posição. O Minas se aproveitou e, já no primeiro tempo técnico, vencia por 8/6. Maurício, com cinco pontos, fez uma grande partida e, nas jogadas de meio, foi espetacular. A vantagem mineira cresceu, embora o Voltaço tem há lutado muito para impedir a vitória. Mas, em um ataque de Filip, os mineiros fecharam o set: 25/22.

O Minas, após o susto no fim do segundo set, voltou mais concentrado. O time mostrava mais força coletiva que o Volta Redonda. Marcelinho, que não havia jogado bem nos dois primeiros sets, começou a mostrar qualidade. Porém, em erros infantis de Lucarelli e Samuel, o Voltaço reagiu e equilibrou as ações e também o placar. No segundo tempo técnico, a equipe fluminense já vencia: 16/15. A pequena diferença foi até o fim e, em um bloqueio de Alberto e Vini, o maior pontuador do set, com seis pontos, o Volta Redonda fechou em 25/23.

O quarto set foi o mais desequilibrado da partida. Logo de cara, o Minas fez 4/0, e a vantagem só cresceu. Marcelinho aproveitou a confiança de seus atacantes e distribuiu ótimas bolas para Maurício, Samuel, Lucarelli e Filip. No segundo tempo técnico, o placar já mostrava 16/8. Tudo apontava para a realização de um quinto e decisivo set. E foi o que realmente aconteceu. Em um ataque de Lucarelli, o Minas venceu: 25/17.

Lucarelli começou o quinto set no saque, e logo o Minas abriu 2/0. Porém, com a cabeça no lugar, o Volta Redonda retornou ao jogo e equilibrou as ações. Mas o Minas tinha Henrique. Em sua passagem pelo saque, a equipe mineira retomou a vantagem e passou à frente. Na virada de quadra, vantagem do Minas: 8/7. Com muita vibração, o time da casa venceu, na raça, na vontade e no ataque perfeito de Henrique: 15/11.




Postar um comentário

0 Comentários