Header Ads

>

Federação Cubana de Vôlei estuda intercâmbio de atletas para Ligas estrangeiras







A Federação Cubana de Vôlei, através de seu presidente, Eugênio George, informou no início de fevereiro, que estuda um meio de liberar alguns atletas do país para as Ligas Estrangeiras. Com as péssimas campanhas realizadas, principalmente, nos Jogos Olímpicos (não conseguiram classificação), o objetivo é reforçar as seleções masculinas e femininas, dando experiência internacional aos jogadores.

"Hoje não há uma determinação (para atletas), mas estamos trabalhando, porque este é rumo do voleibol contemporâneo e temos que buscar as melhores fórmulas para poder estabelecermos aqui (...) O tema é complexo e os jogadores devem ter a consciência de que a prioridade é a seleção nacional", disse o novo comissário nacional de voleibol, Ariel Sainz, em entrevista à Radio Havana.

Atualmente, um jogador que quiser atuar fora de Cuba precisa deixar de jogar por dois anos, abrindo assim mão de seu vínculo com a seleção nacional. No Brasil, por exemplo, temos os casos de Leal e Sanchez, ambos do Sada/Cruzeiro, e de Jurquin, da Medley/Campinas.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.