Header Ads

>

Sollys/Osasco atropela o Minas na abertura dos playoffs






Há tempos Sheilla parecia incomodada. A fratura no pé esquerdo, antes mesmo da Superliga, fez com que a oposto demorasse a recuperar seu ritmo. E, se as boas atuações não vinham, a tensão no rosto da jogadora era ainda mais evidente. Na noite desta terça-feira, algo mudou. Mais solta e eleita melhor em quadra, Sheilla liderou o Osasco na fácil vitória da equipe paulista contra o Minas, no ginásio José Liberatti, na abertura das quartas de final. Com 3 sets a 0, parciais de 25/17, 25/17 e 25/11, as atuais campeãs largaram na frente na busca por um lugar nas semifinais da Superliga.

Osasco e Minas voltam a se enfrentar na próxima sexta-feira, às 18h30m, em Belo Horizonte. O SporTV transmite o confronto ao vivo, e o GLOBOESPORTE.COM acompanha tudo em Tempo Real.

Osasco domina jogo tranquilo

"Precisamos ser impecáveis", disse Lia antes do jogo. O Minas até tentou. No início da partida, lutou e deu trabalho ao Osasco. Ao lado da "baixinha" Carla, ponteira de 1,75m, a oposto era a principal jogadora das mineiras, que mantiveram a partida equilibrada até a primeira parada técnica. Àquela altura, Jaqueline marcou seu primeiro ponto na partida e fez com que as donas da casa abrissem dois de diferença: 8/6.

Volei - Osasco comemora ponto sobre o Minas (Foto: Fabio RubinatoAGFDivulgação)

Foi quando a qualidade técnica de Osasco passou a fazer diferença. Aos poucos, as paulistas tomaram o controle do jogo e abriram vantagem no placar. Sheilla, que há algum tempo se mostrava inconstante nos jogos, passou a brilhar. Terminou a parcial com oito pontos, sendo três de bloqueio, e levou a equipe à vitória no primeiro set: 25/17.

O Osasco manteve o ritmo no segundo set. Assim como na primeira parcial, o Minas se esforçou para se manter colado no placar. Lia e Carla seguiam dando trabalho em seus ataques, mas as paulistas voltaram a abrir vantagem com certa facilidade. Duas das melhores jogadoras em casa, Sheilla e Jaqueline fizeram Osasco abrir 17/11. No fim, Fernanda Garay fechou o set: 25/11.

O padrão foi mantido no set final. Apesar da vontade das mineiras, o Osasco sobrava em quadra. As paulistas se davam ao direito até mesmo de vacilar em algumas bolas tranquilas. Nada que atrapalhasse a vida das donas da casa. Com calma, as atuais campeãs foram construindo a vantagem ponto a ponto. No fim, Gabi deu números finais ao jogo: 25/11.


Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.