Header Ads

>

UFJF mantém esperanças de classificação na Superliga







Décimo colocado da Superliga Masculina, com 14 pontos, a UFJF ainda mantém remotas esperanças de conquistar uma vaga nos playoffs da competição. No entanto, o time também tenta se livrar do risco de rebaixamento. A quatro rodadas para o fim da fase de classificação, a equipe de Juiz de Fora tem difíceis jogos pela frente. E o primeiro deles será nesta quinta-feira, contra o vice-líder Cruzeiro, às 20h, em Contagem.

O técnico da UFJF, Maurício Bara, admite que as chances são pequenas, já que a UFJF está a seis pontos do oitavo colocado, o São Bernardo. "Ainda temos chances matemáticas e só as vitórias vão poder aumentar esse fator. Mesmo assim nossa obrigação é lutar por toda e qualquer vitória, e é nesse sentido que estamos trabalhando", comentou.

A UFJF ainda corre risco de rebaixamento à Superliga B. Duas posições acima da zona da degola, a equipe mineira tem três pontos de vantagem para o lanterna Pindamonhangaba e apenas um para o Florianópolis, penúltimo colocado. Com apoio da torcida, Bara acredita em um bom final de Superliga para a UFJF.

"Independentemente da situação na tabela, gostaríamos de contar com o apoio irrestrito da nossa torcida para termos um final de campeonato digno. Iremos lutar por essas vitórias pela torcida da UFJF", afirmou.

Depois de encarar o Cruzeiro, a UFJF enfrenta, logo na sequência, o Minas, novamente em um clássico estadual, no próximo sábado, às 11h, em Belo Horizonte. O time de Juiz de Fora encerra sua participação na primeira fase em casa. Nas duas últimas rodadas, os adversários são Florianópolis, em duelo direto contra rebaixamento, e Canoas, nos dias 28 de fevereiro e 2 de março, às 20h e 21h30, respectivamente.

Desempenho da UFJF na Superliga

Em 17 jogos até o momento, a UFJF venceu apenas três: Vôlei Futuro (3 a 0), Florianópolis (3 a 0) e Volta Redonda (3 a 2). Das 15 derrotas da equipe de Juiz de Fora, seis foram por 3 sets a 2, o que deu bonificação de um ponto em cada uma delas.

Apesar da situação delicada na Superliga, a UFJF conta com pontos positivos em alguns atributos. No geral, a equipe de Juiz de Fora tem o terceiro melhor bloqueio e o quarto melhor levantamento. Na defesa, o ponteiro Hugo lidera as estatísticas, com 30,37% de eficiência. Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.