Header Ads

>

Vitória sobre Campinas aproxima Praia do G4 da Superliga






Vencer uma partida e chegar o mais próximo do título é o principal objetivo de toda e qualquer equipe esportiva e o próximo confronto do Praia Clube pela Superliga 2012/2013 traz uma motivação a mais para o time tentar a vitória a todo custo sobre o Campinas. O técnico Spencer Lee lembra que, se vencerem, as chances de ficarem em terceiro lugar no returno e pegar equipes de mesmo nível técnico nos playoffs são maiores, além de ficar ainda mais fácil de cumprir o objetivo final na temporada, de ficar entre os quatro primeiros da competição.

- Depois de termos figurado em primeiro lugar por cinco a seis rodadas, este confronto faz com que a equipe que vença garanta sua permanência em terceiro lugar. É claro que depende de como será essa vitória, o campeonato ainda está em aberto e acho que as coisas se concretizarão apenas na última rodada. Mas de qualquer forma se a gente vencer nossa principal meta de estar entre os quatro já é praticamente garantida – considerou.

Praia Clube x Osasco (Foto: Valter de Paula)

No embate pelo primeiro turno, as atletas praianas venceram por 3 sets a 0, na quadra adversária. O jogo também foi marcado pela lesão da cubana Herrera que a afastou da competição. Mesmo jogando em casa, agora pelo returno, comissão técnica e as atletas estão cientes que a partida será difícil e aproveita a determinação de melhorar o contra-ataque, para se sobressair no jogo.

Segundo as avaliações do treinador, desde a derrota para o Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte, a equipe do Triângulo vem com uma postura de quem deseja nessa reta final dar continuidade à trajetória positiva que foi feita até então. Dentre os aspectos observados, a comissão técnica constatou que era importante alcançar a definição de ataque.

- Nos propusemos a um trabalho direcionado à definição dos pontos, percebemos que nos falta uma agressividade maior do sistema ofensivo para que a gente possa definir os pontos nas situações que a gente criava na defesa. Nossa equipe tem um volume de defesa muito bom, mas a gente defende a bola e não consegue pontuar após defender. Temos que ter mais eficiência no contra-ataque e é isso o que colocaremos em quadra contra o Campinas – disse Lee.

vôlei comemoração Campinas x Pinheiros (Foto: Felipe Christ / Amil)

Outros fundamentos que foram priorizados nos treinos de pré-jogo foram bloqueio e saque, que vem apresentando crescimento nessa reta final da Superliga. O saque praiano está entre os cinco melhores da competição, acumulando 69 pontos.  

- Pontuamos 17 vezes contra o Rio e 19 vezes contra o Minas, se não me engano. Já o passe, estávamos com uma deficiência maior, em alguns momentos não conseguíamos colocar a bola com qualidade nas mãos de nossas levantadoras – finalizou.

Por outro lado, o Campinas tem o melhor levantamento do returno, com 18,96% de aproveitamento, e a segunda recepção mais eficiente, com 35,36%. No desempenho individual na segunda metade da Superliga, Fernandinha, apesar de não ter jogado as três últimas rodadas, segue na ponta no levantamento, com 24.82% de eficiência. A líbero Suelen é vice-líder na recepção, com 41.18% de acerto nos passes.

O técnico Zé Roberto reconhece tanto a importância do jogo quanto a dificuldade que espera encontrar em Uberlândia.

- Um resultado positivo será muito importante para nós e temos treinado muito duro para isso. Sabemos que o time do Praia tem muito volume de jogo e que será complicado. Mas nossa equipe tem melhorado e esperamos fazer um bom jogo e, espero, voltar para Campinas com a vitória - afirmou o treinador.

A disputa pela terceira colocação será nesta sexta-feira, às 21h, no G2 do Praia Clube. O canal SporTV fará a transmissão do jogo válido pela penúltima rodada do segundo turno.


Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.