Header Ads

>

Amil/Campinas bate Pinheiros e enfrenta Osasco na semifinal da Superliga 2012/2013






Jogar com o apoio da torcida fez novamente diferença no confronto entre Campinas e Pinheiros. Com uma vitória em casa para cada lado nas primeiras duas partidas, os times duelaram nesta terça-feira para decidir a última vaga na semifinal da Superliga Feminina de Vôlei. E, para manter o retrospecto, deu vitória do interior. Na Arena Concórdia, as meninas comandadas por José Roberto Guimarães se recuperaram após a derrota na primeira parcial e venceram por 3 sets a 1 (23-25, 25-18, 25-22 e 25-22).

Campinas festeja ponto contra Pinheiros, na Superliga Feminina (Foto: Felipe Christ / Amil)

Último classificado, Campinas completa a supremacia paulista na semifinal - Sesi e Osasco completam o rol, enquanto Rio de Janeiro é o único representante de outro estado. O time liderado pela campeã olímpica Walewska enfrenta na semifinal o Osasco, justamente o último time a vencê-lo no Concórdia - pela abertura do returno da primeira fase.

As equipes já se enfrentaram em um confronto decisivo na temporada 2012/13. Na decisão do Campeonato Paulista, Osasco levou a melhor ao vencer por 2 a 0, sem chances de surpresa para a equipe de Zé Roberto. O treinador aposta agora na rodagem do elenco, mais experiente com o decorrer dos jogos, e na possível volta de Fernandinha, que se recupera de dores nas costas.

- Parabéns ao nosso time pela vitória. Foram três jogos muito desgastantes. Mas gostaria de enaltecer a comissão técnica do Pinheiros. Essas meninas tiveram uma evolução tremenda, tanto que ganharam do Osasco no segundo turno - afirmou Zé Roberto, lembrando os méritos do adversário.

- Fica uma dor no coração muito grande. A gente poderia ter ido mais longe na competição - afirmou Andreia, do Pinheiros.

Ramírez e Walewska tentam bloqueio contra Pinheiros, pelas quartas de final (Foto: Felipe Christ / Amil)

O jogo

A mais decisiva das partidas entre Campinas e Pinheiros na temporada começou de modo semelhante aos jogos anteriores. A equipe de Zé Roberto saiu na frente, mas passou a errar muito, o que facilitou a virada paulistana. O panorama seguiu até o segundo tempo técnico, quando a equipe de São Paulo contou com bom aproveitamento dos bloqueios para brecar os ataques adversários. Ramírez - maior pontuadora do primeiro set, com oito pontos - até tentou elevar a moral campineira, mas um erro de saque garantiu a vantagem inicial ao Pinheiros, por 25 a 23.

A derrota forçou o Campinas a agir. As broncas de Zé Roberto impulsionaram a equipe, que abriu uma boa margem de pontos com a passagem de Natasha pelo saque. A vantagem continou grande até o final, quando aumentou consideravelmente. Com uma noite não tão inspirada de Vasileva, coube a Ramírez e Walewska (grande nome do segundo set, com bom aproveitamento nos bloqueios) encaixarem as melhores jogadas e fecharem a parcial em 25 a 18.

O terceiro set foi mais equilibrado. A começar pelo início. Com bons ataques e bloqueios, o Pinheiros abriu 6 a 4 e parecia em melhor momento psicologicamente. Mas Campinas demonstrou que venderia caro a parcial e, com uma sequência inplacável, virou o jogo para 9 a 6. Os times se alternaram na liderança do placar até o fim, quando o time mandante apostou novamente na experiência. Desta vez, Natasha usou a china para fechar em 25 a 22.

Precisando vencer o quarto set para se manter vivo na disputa, Pinheiros mostrou de cada que não daria a vitória de bandeja ao rival e abriu 4 a 0. A partir daí, Campinas passou a jogar, sempre no ritmo de Ramírez e Walewska - Vasileva deu lugar à jovem Rosamaria. A alteração pode ter surtido efeito no começo, mas não ajudou a equipe da casa a fechar a parcial com facilidade - em dois erros de Rosamaria, Pinheiros empatou o jogo em 22 a 22. Foi aí que Natasha entrou em cena: com duas pancadas, a camisa 15 arrancou o sorriso de Zé Roberto após mais de duas horas. Campinas está, em seu primeiro ano na disputa, garantido na semifinal.


Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.