Header Ads

>

Monte Cristo vence Olympico-MG em Goiânia e vai à final da Superliga B






O Monte Cristo está na decisão da Superliga B de vôlei. Com mais uma vitória diante do Olympico-MG, o time goiano fechou a série semifinal sem a necessidade da realização da terceira partida e agora está a um passo de se classificar para a elite do vôlei nacional. Jogando no ginásio do Sesi Ferreira Pacheco, em Goiânia, o Monte Cristo venceu por 3 sets a 1 (25-23, 19-25, 25-16 e 25-22).
Foi a 13ª vitória da equipe goiana em 14 jogos na competição. A final será disputada em jogo único, na próxima segunda-feira, ainda sem local definido. Na outra semifinal, o Atibaia venceu o São José, fora de casa, e empatou a série em 1 a 1. A partida decisiva será disputada sexta-feira.
Se o São José vencer, o time será o mandante na decisão, pois fez melhor campanha na primeira fase. Mas se o Atibaia se classificar, a decisão será em Goiânia, com mando do Monte Cristo. Apenas o campeão da Superliga B garante vaga na primeira divisão.
Monte Cristo x Atibaia Superliga B Saquarema (Foto: Divulgação/CBV)
Como no primeiro duelo...
Quando os dois times se enfrentaram pela primeira vez, na última segunda-feira, o Monte Cristo chegou a abrir 2 sets a 0, mas permitiu o empate e precisou soar muito para reagir e virar no tie-break. As reviravoltas ficaram de lição para as duas equipes, que protagonizaram novamente um duelo equilibrado. Desta vez em Goiânia, o Monte Cristo jogava para vencer e fechar a série, enquanto o Olympico tentava forçar a terceira partida.
Monte Cristo x Olympico - Superliga B (Foto: Divulgação / Monte Cristo)
No primeiro set, o time mineiro abriu boa vantagem, mas não conseguiu se manter na ponta, assim como no fim primeiro jogo da semifinal, em Belo Horizonte. Com boa atuação de Vivalde e Cristiano e com força nos bloqueios, a equipe goiana, que passou boa parte do set em desvantagem, empatou no fim em 23-23 e com mais dois pontos seguidos fechou a parcial em 25/23.
Mas o vacilo não se repetiria no set seguinte. Impecável, o Olympico ignorou a qualidade e a torcida do Monte Cristo e já começou abrindo 8-4. A equipe aproveitava a instabilidade do rival para pontuar em todos os fundamentos, sobretudo nos bloqueios. Alan se destacava em quadra. O segundo tempo técnico foi alcançado com 16-10 favorável ao Olympico, que sempre esteve pelo menos três pontos à frente do Monte Cristo e fechou a parcial em 25-19.
Monte Cristo se impõe e vai á final
A diferença entre os sets em Goiânia chamou a atenção. Se o Olympico esteve perto de fechar o primeiro e venceu com facilidade o segundo, empatando a segunda partida da semifinal, no terceiro o time mineiro sucumbiu em quadra. Embora o Monte Cristo tenha chegado ao primeiro tempo técnico com vantagem de apenas dois pontos, foi a partir daí que os donos da casa deslancharam.
Monte Cristo x Olympico - Superliga B (Foto: Divulgação / Monte Cristo)
Com grande atuação de Hugo, Danilo e, mais uma vez, Vivalde, a equipe logo abriu seis pontos de vantagem e forçou o treinador adversário a pedir tempo e fazer mudanças. No entanto, não funcionou. Tudo dava certo para o Monte Cristo, que pontuava em bloqueios, ataques fulminantes e até saques, como fez Danilo. O ponteiro tirou a força da bola e conseguiu ace no fundo de quadra, no fim do terceiro set. A parcial foi fechada em 25-16.
A derrota com grande diferença de pontos parece ter desanimado de vez o Olympico. Para ir à final, os mineiros teriam de virar o jogo e ainda buscarem a vitória no terceiro jogo, que seria disputado na sexta-feira, também em Goiânia. Mas não teve jeito. Mal o quarto set começou e o Monte Cristo já abriu 8-1. A vantagem foi reduzida a um ponto, em 22-21, quando o técnico Paulo Martins, do Monte Cristo, pediu tempo. O time goiano controlou os ânimos e fechou em 25-22 Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.