Publicidade

Header Ads

Unilever vence o Sesi, de virada, no primeiro duelo das quartas de final


Técnico da Unilever, Bernardinho declarou que a semifinal da Superliga Feminina contra o Sesi-SP seria uma pedreira. Na noite desta sexta-feira, o duelo corroborava o discurso do treinador até que ele tirou um coelho da cartola, sua equipe virou a partida e venceu por 3 sets a 1, parciais de 23-25, 25-17, 25-20 e 25-16, na Vila Leopoldina, em São Paulo (SP). Com o resultado, a Unilever abriu 1 a 0 na série melhor de três. O segundo confronto entre a duas equipes será no próximo sábado, no Maracanãzinho, no Rio.

O coelho na cartola de Bernardinho foi a entrada da ponteira Régis, durante o segundo set, para jogar improvisada no lugar da oposta Sarah Pavan. Maior pontuadora da Unilever na competição, a canadense não fazia uma boa partida.

Depois de perder o primeiro set, em que o grande destaque foi a ponteira Tandara, do Sesi, maior pontuadora da Superliga, e também da parcial, com oito pontos, a Unilever se recuperou no segundo set.

Aos poucos, a Unilever melhorou em um dos seus fundamentos que mais chama a atenção nesta Superliga – o bloqueio – e passou a anular Tandara. Com a ponteira Natália também subindo de produção, a equipe carioca fechou o segundo set sem ceder um ponto sequer ao adversário em erros.

No terceiro set, a Unilever seguiu bem na partida, com Régis mantida entre as titulares. O duelo ficou até mais equilibrado, com o Sesi melhorando seu desempenho, mas não foi o suficiente para evitar nova derrota para a equipe do Rio.

O equilíbrio permaneceu no iníco do quarto set. Mas o Sesi, aos poucos, deu sinais de que não conseguiria superar a Unilever. E a equipe carioca aproveitou para garantir a vitória no primeiro duelo.




Postar um comentário

0 Comentários