Header Ads

>

Vivo/Minas fica a um passo da semi e pressiona Medley/Campinas






Equilíbrio e igualdade. Palavras usadas por todos os entendidos de vôlei ao falar de Campinas e Minas. Se o esporte permitisse empate, fatalmente esse seria o resultado desta quarta de final da Superliga Masculina. Mas esse resultado não vale. Por isso, ganha quem está em uma noite mais inspirada. E neste sábado tal papel coube aos mineiros. Embalados por Filip e Lucarelli, os visitantes passaram pelos paulistas em 3 sets a 2 (parciais de 27/25, 20/25, 28/26, 22/25 e 15/9) em pleno Ginásio do Taquaral, no interior de São Paulo, e deram um importante passo rumo à semifinal do torneio.

Campinas e Minas abrem duelo das quartas de final da Superliga (Foto: Cinara Piccolo / Piccolo & Inamine)

Essa foi a segunda vitória do Minas sobre o Campinas na temporada. No histórico do confronto em 2012/2013, é a primeira vez que o mandante não sai da quadra com o triunfo diante de sua torcida. Na primeira fase da Superliga, os mineiros fizeram 3 a 0 em Belo Horizonte, enquanto os paulistas fizeram 3 a 1 na última rodada. Nem a torcida da levantadora Priscila Heldes e da ponteira Elitsa Vasileva - que, pela manhã, foram derrotadas por Osasco na semifinal da Superliga Feminina - impulsionaram os campineiros nesta noite.

A segunda partida do confronto mais igualitário do mata-mata será na próxima quinta-feira, dia 14, às 20h30, em Belo Horizonte, novamente com transmissão do SporTV. Minas precisa de uma vitória simples para atingir a semifinal e enfrentar o vencedor de Rio de Janeiro e São Bernardo (os cariocas fizeram 3 a 0 na primeira partida).

Em sua terceira temporada na Superliga, Campinas também necessita da vitória para manter vivo o sonho de alcançar uma inédita semifinal - nas outras, acabou eliminado logo no primeiro mata-mata. Caso haja necessidade, a terceira partida será no dia 17, domingo, novamente no Taquaral.

O jogo

O equilíbrio marcou todo o primeiro set. Apoiado nas pancadas de Lucarelli, Minas surpreendeu Campinas no início e abriu uma vantagem de cinco pontos. O time da casa só encostou graças a quatro bloqueios consecutivos, fundamento que surtiu efeito imediato. Nos ataques, porém, os mineiros foram mais eficientes, a ponto de manterem a vantagem até o final. Nem um excepcional ace de Jurquin, na paralela, ou as três viradas seguidas de Renato impulsionaram os mandantes. Graças a invasão de Rivaldo e jogada de Lucarelli, Minas fechou o primeiro set em suados 27 a 25.

Jurquin contra o bloqueio triplo do Minas nas quartas de final da Superliga (Foto: Cinara Piccolo / Piccolo & Inamine)

A segunda parcial começou com erro de saque de Lucarelli, uma mostra de que algo seria diferente. Campinas usou isso como motivação e cresceu na partida, graças aos bloqueios de Gustavão e aos ataques de Jurquin - um, inclusive, acertou o técnico Ricardo Picinin, que substituiu o treinador principal, Horacio Dileo, com um problema pessoal. Filip e Quiroga tentaram elevar a moral dos mineiros, mas a equipe mandante usou bem o apoio da torcida e suas armas - Rivaldo, entre elas - e não diminuiu o ritmo até fechar em 25 a 20.

No terceiro set, a recepção fez a diferença no início e no fim. Enquanto Campinas acertava os passes e facilitava o trabalho de Rodriguinho, Minas tinha problemas para colocar a bola nas mãos de Maurício. Mesmo assim, os paulistas tiveram dificuldades de impor seu ritmo, em grande parte pela ótima noite de Lucarelli e Filip. Jurquin respondia prontamente do outro lado da rede, assim como Rivaldo, ambos igualmente decisivo. Mas, no ponto alto do set, o passe mineiro mostrou-se mais eficiente. Renato, em ataque para fora, deu a vantagem aos visitantes, que fecharam em 28 a 26.

Nem é preciso ressaltar que o quarto set manteve o equilíbrio esperado. Rivaldo virada de um lado, Quiroga respondia do outro. Marcelinho bloqueava o ataque campineiro, mas Jurquin resolvia na diagonal curta. Os times não conseguiam distanciar mais do que três pontos. Campinas ameaçou abrir vantagem no final, mas Minas não deixou. Até que os erros deram vantagem aos paulistas, que, em um saque forçado do adversário, confirmou a vitória em 25 a 22.

O set desempate começou com alternância de pontos, até o bloqueio de Lucarelli, que fez Minas abrir vantagem em 4 a 2. Na sequência, o garoto parou ataque de Rivaldo e ampliou a distância do placar. A partir daí, os mineiros só mantiveram o ritmo. Pacheco tentou usar o banco, colocando Diogo, e até melhorou o desempenho ofensivo do Campinas. Mas não o suficiente para passar pelo embalado time de Belo Horizonte. No fim, o nome da partida decidiu. Lucarelli virou tudo que chegou às suas mãos e garantiu uma volta bem tranquila para casa.

Tenha as melhores ofertas do Magazine Luiza: clique aqui!

Um comentário:

  1. Midley vs VIVO MINAS Qual time tem os primeiros 5 pontos em 4 Geim? PLSSSSS ??????

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.