Publicidade

Header Ads

Alison/Emanuel bate americanos e vence Copa do Mundo


A falta de ritmo atrapalhou e quase pôs tudo a perder, mas pela terceira vez seguida Alison e Emanuel encontraram forças para reverter um placar adverso. Depois de ser atropelada no primeiro set e permitir que os americanos abrissem 4 a 0 no início da segunda parcial, a dupla brasileira se recuperou, derrotou Gibb e Patterson por 2 sets a 1, parciais de 13/21, 21/19 e 21/, e conquistou o título da 1ª Copa do Mundo de Vôlei de Praia, disputada em Campinas, interior de São Paulo. De quebra, os donos da casa se vingaram da derrota para a parceria dos Estados Unidos na decisão da última etapa do Circuito Mundial, em Corrientes, na Argentina.

A dupla Plavins/Smedins, da Letônia, medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos de Londres, venceu os alemães Erdmann e Matysik por 2 sets a 0 (21/18 e 21/14) e ficou com o terceiro lugar em Campinas (SP).

Após mais de um mês longe das quadras, em razão de uma lesão no dedo mínimo de sua mão esquerda, Alison reconheceu a falta de ritmo após a partida.

- Realmente não estamos na nossa melhor forma física em razão do tempo que ficamos parados. Não jogamos bem, e isso acaba irritando. Cometemos muitos erros e demoramos a entrar no ritmo do jogo, mas felizmente conseguimos reagir e conquistar mais um título importante - afirmou Alison.

O primeiro set foi para ser esquecido. Irreconhecíves, Alison e Emanuel abusaram dos erros e deram de presente nada menos que 11 pontos para Gibb e Patterson. Melhor para a dupla americana, que imprimiu seu ritmo de jogo, dominou a parcial desde do início ao fim e venceu por fáceis 21 a 13.

O panorama no início do segundo set foi ainda mais desanimador. Com o ataque descalibrado e um passe irregular, os brasileiros permitiram que a dupla americana abrisse rapidamente 4 a 0. Quando tudo parecia perdido, Alison e Emanuel passaram a virar as bolas, equilibraram a parcial e deixaram tudo igual em 5 a 5.

Empurrado pelo torcedor de Campinas, os brasileiros retomaram a confiança, passaram a controlar a partida a fizeram 17 a 15. Mas num bloqueio sensacional de Gibb e um erro bobo de ataque de Alison, os americanos voltaram no jogo e empataram em 17 a 17. O placar seguiu igual até o 19º ponto, até que um erro de Patterson deu os brasileiros o primeiro set point do jogo. Desta vez, porém, os donos da casa não vacilaram e fecharam a parcial em 21 a 19, levando a decisão para o tie-break.

O set desempate foi lá e cá. Com as duas duplas confirmando seus ataques, o jogo foi disputado ponto a ponto até 10 a 10. Até que dois bloqueios de Alison e um erro de ataque da dupla americana, deram aos brasileiros uma confortável vantagem de três pontos (13 a 10). Aí foi só não errar mais e confirmar os dois ataques seguintes para fechar o jogo em 15 a 11 e levar mais um título para casa.



Postar um comentário

0 Comentários