Publicidade

Header Ads

Duplas brasileiras ficam com a prata no Mundial sub-23 de vôlei de praia


De todos os países participantes da primeira edição do Mundial sub-23 de vôlei de praia, disputado na Polônia, o Brasil foi o único a colocar suas duas duplas na final. Mas acabou ficando com o vice nos dois torneios. Entre os homens, Vitor e Márcio Gaudie foram superados pelos representantes da casa, Kantor e Losiak:  2 sets a 0 (21/16 e 21/17).  Na disputa feminina, Duda, de apenas 14 anos, e Thaís acabaram derrotadas pela parceria alemã Bieneck e Schneider:  2 sets a 1 (19/21, 21/12 e 15/13).
Mundial sub-23 de vôlei de praia, Brasil (Foto: Divulgação / FIVB)
Para chegarem à decisão, as brasileiras tiveram que passar pelas canadenses Pischke e Humana-Paredes. Mesmo com dores na coxa Thaís, deu sua contribuição para que o Brasil avançasse: 2 a 1 (21/18, 15/21 e 23/21). A dupla do Canadá ainda tinha mais uma chance de voltar para casa com medalha. E não a desperdiçou. Ccompletou o pódio, depois de bater as tchecas Galova e Machova por 2 a 1, de virada, parciais de 19/21, 21/15 e 16/14. 
Já Vitor Felipe e Márcio Gaudie chegaram à final ao passarem pelos letões Finsters e Solovejs, os mesmos que eles já haviam derrotado na fase de grupos. Desta vez, o triunfo foi mais apertado: 2 a 1 (21/17, 16/21 e 15/9). O problema é que depois sofreriam uma enorme pressão da arquibancada na briga pelo título com os poloneses Kantor e Losiak. Na disputa do terceiro lugar, os austríacos Petutschnig e Winter derrotaram Finsters e Solovejs por 2 a 0 (21/17 e 21/19).



Postar um comentário

0 Comentários