Barueri vira o time das musas na Superliga Feminina






Luciane Escouto, Mari Paraíba e Natasha Valente, do Barueri Vôlei (Foto: João Gabriel Rodrigues)

Com a chegada de Mari Paraíba, Luciane Escouto e Natasha Valente, Barueri logo passou a ser apresentado como "time das musas". A alcunha não incomoda.  Nesta quarta-feira, o trio de musas foi apresentado oficialmente, além das jogadoras Juma Fernandes e Sonaly Cidrão. O técnico Maurício Thomas já deu o aviso: se não jogarem, vão perder o espaço dentro do time.

- Primeiro, o rótulo de time bonito são vocês que estão dando. Bonita está lá em casa, bonita e maravilhosa, que é a minha mulher. Confesso que a beleza nem passou na minha cabeça. Claro, o fato de elas serem bonitas agrega valor ao projeto. Mas elas têm de jogar bola, se não vou em cima delas. O time, além de ser bonito, tem de ser competitivo. Montamos o time por último, mas já agregamos trabalho. Vamos ter de correr atrás, já estamos cobrando isso, mas elas em nenhum momento fugiram.

As meninas, já acostumadas com o status de musas, não se incomodam. Capa de uma revista masculina no ano passado, Mari Paraíba diz não se importar, mas quer mostrar talento também em quadra.

- Beleza não ganha jogo. Vou me dedicar ao máximo. Claro, sempre vai ter uma piadinha ou outra por ser bonita. Mas faz parte. Isso não me afeta, não afeta as outras. Temos de mostrar valor dentro de quadra.

Eleita "a mais bela gaúcha" e candidata a "Miss Mundo", Luciane Escouto também se diz acostumada ao papel de musa. Mas, assim como Mari, espera superar as expectativas dentro de quadra.

- Esse rótulo é até engraçado em alguns momentos. Mas, pelo menos para mim, não atrapalha. O importante é dentro da quadra. Se não, vai ter puxão de orelha. Eu levo na brincadeira. Então, não me afeta.

Natasha se mostra mais tímida que as companheiras. Parceira de Mari nas areias, a ponteira espera ter um bom retorno às quadras depois de quatro anos na praia.

- Não atrapalha em nada, mas beleza não ganha jogo. Estamos ali para jogar. A adaptação à quadra é bem mais rápida que na areia. Vai ser bem mais fácil esse retorno.

Em sua primeira temporada, Barueri tem tido um bom começo de Superliga. A equipe foi montada às pressas, com elenco formado quase todo por jogadoras que atuariam pelo Jacareí, que, por problemas financeiros, desistiu de participar da Superliga. O time ocupa a sexta posição na tabela, com quatro vitórias em nove jogos.

Compartilhe no Google +

About ADM VOLEIORG

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários :

Postar um comentário

Publicidade