Header Ads

>

Brasil reserva arrasa Camarões no segundo jogo do Mundial






A Seleção Brasileira feminina de vôlei conseguiu uma vitória tranquila em sua segunda partida do Campeonato Mundial da modalidade, disputadp na Itália. Mesmo com sua equipe reserva em quadra, o País derrotou o frágil time de Camarões por 3 sets a 0, com parciais de 25/14, 25/15 e 25/18, nesta quarta-feira.

Esta foi a segunda partida do Brasil no Mundial da Itália, em que estreou derrotando a Bulgária por 3 sets a 0, no dia anterior. Com seis pontos ganhos, o time de José Roberto Guimarães lidera o Grupo B da competição e volta à quadra na quinta-feira para enfrentar o Canadá às 5h30 (de Brasília). Camarões, sem pontuar, ocupa a última posição da chave.

A facilidade do confronto já era esperada pela Seleção bicampeã olímpica, que jogou toda a partida contra Camarões com seu sexteto reserva. De titular, apenas a líbero Camila Brait. A central Thaísa nem foi relacionada, assim como a líbero reserva Leia, já que o time conta com 14 atletas e apenas 12 podem ser inscritas por jogo. Natália acabou sendo o destaque nacional na vitória.

Também nesta quarta-feira, a Rússia derrotou o México por 3 sets a 0 e se manteve com 100% de aproveitamento no Grupo C, dividindo a liderança da chave com os Estados Unidos, com seis pontos ganhos. Já a Alemanha conseguiu seu primeiro resultado positivo no Mundial, superando a Argentina em sets diretos. Mesmo com a equipe reserva do Brasil em quadra, a diferença técnica entre os dois países ficou evidente já nos primeiros pontos de jogo. Cometendo erros de recepção, infrações de dois toques e com dificuldades no ataque, o time de Camarões se tornou presa fácil para a Seleção, que rapidamente abriu 10 a 1 no placar.

A facilidade do confronto fez com que a equipe comandada por José Roberto Guimarães diminuísse o ritmo de jogo. Ainda assim comandou com larga folga o marcador até fechar a parcial inicial por 25/14.

O segundo set começou bem mais disputado do que o anterior com as camaronesas aproveitando um aparente relaxamento da Seleção. Apesar de o placar mais apertado, as jogadoras africanas sabiam que dificilmente manteriam o duelo equilibrado e por isso comemoraram bastante todos os pontos marcados sobre as bicampeãs olímpicas. O Brasil logo voltou a dominar completamente o jogo para fazer 25/15.

Na parcial final, a desconcentração da Seleção fez com que Camarões liderasse o placar pela primeira e única vez na partida, quando marcou 9 a 8. O time nacional recuperou rapidamente a frente do marcador e, mesmo em nível abaixo dos sets anteriores, garantiu a vitória sem sustos.


Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.