Header Ads

>

Derrota para Rexona AdeS mostra deficiência do Brasília







O técnico Sérgio Negrão coçava a cabeça, gritava, sentava, levantava novamente, mas não adiantou. Ontem, na final da 2ª Copa Brasília de Vôlei o time do DF e o Rexona/Rio de Janeiro se enfrentaram e a equipe carioca, mesmo com o time reserva, levou a melhor por 3 x 0, no Sesi de Taguatinga.

Sem quatro das suas principais jogadoras e o técnico Bernardinho, o Rio de Janeiro passou pelo Brasília/Vôlei sem muitas dificuldades, principalmente no terceiro e último set, quando o time de Brasília perdeu por 25 x 9. Mesmo com rallys impressionantes e a bela atuação da meio de rede Roberta, o elenco da casa deixou bem nítido a falta de entrosamento.

Bolas mal recepcionadas somadas aos erros de saque foram alguns destaques negativos. Situação completamente diferente dos outros dois confrontos, contra Minas e Uberlândia, quando as comandadas do Sérgio venceram.

"Elas estavam exaustas e o erro foi meu em não ter dado um rodízio maior nos primeiros jogos. Exigi demais de algumas", confessou o técnico.

O resultado do jogo rendeu a terceira colocação do torneio amistoso ao time do DF. Rio de Janeiro e Uberlândia ficaram com o primeiro e segundo lugar.

Fonte: Da redação do Jornal de Brasília

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.