Header Ads

>

Zé Roberto elogia seleção após vitória sobre a China





Zé Roberto, Brasil X China - Mundial de Vôlei (Foto: Divulgação / FIVB)

Perfeccionista, José Roberto Guimarães raramente sai de quadra após uma vitória de sua equipe 100% satisfeito. O técnico tricampeão olímpico admitiu que o desempenho do Brasil no 3 a 0 sobre a China, nesta quarta-feira, porém, foi o ideal. Dominando a primeira partida em Milão do início ao fim, a seleção chegou ao seu décimo triunfo no Mundial e ganhou muitos elogios do treinador. 

- A gente foi muito mais regular, muito mais constante, durante toda a partida, do início ao fim. Estrategicamente, a gente jogou bem durante todo tempo. Isso foi bastante positivo. A gente sabia como elas jogariam e o que a gente precisava fazer. Nos posicionamos bem, o saque fez o seu trabalho, o bloqueio tocou em várias bolas, a defesa ajudou bastante e perdemos poucos contra-ataques. Acho que foi a melhor partida que a gente fez até aqui - avaliou.

A tranquila vitória sobre a China por 3 sets a 0 na primeira partida da terceira fase do Mundial deixou o Brasil bem próximo das semifinais. Nesta quinta-feira, caso as dominicanas ganhem ao menos um set diante das chinesas, a seleção de Zé Roberto entra no jogo de sexta, contra a República Dominicana, já classificada, mesmo que perdendo por 3 a 0 - neste caso a equipe asiática chegaria no máximo a três pontos, mas ficaria em desvantagem no número de sets perdidos (4 a 3).

Apesar da situação confortável no Grupo H da terceira fase, o técnico Zé Roberto acredita que o Brasil não terá vida fácil para superar a República Dominicana, nesta sexta, às 12h30 (horário de Brasília).

- Cada partida é uma partida diferente. Cada adversário tem características diferentes e, cada degrauzinho que você sobe, vai apertando mais o cerco, a situação vai mudando. A gente vai ter a República Dominicana pela frente, que é um adversário que está em estado de graça, conseguiu um resultado totalmente expressivo na história do voleibol dominicano. Marquinhos (técnico brasileiro que comanda as dominicanas) fez um belo trabalho, e o discurso deles é exatamente esse: "Não tem muito mais a perder" – ponderou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.