Header Ads

>

Brasil Kirin não decepciona e supera Maringá em casa




Equipe da casa levou a melhor  (Foto: Divulgação)
Em um duelo direto na tabela da Superliga masculina, o Brasil Kirin/Campinas venceu o Maringá, em casa, e subiu para a terceira colocação da competição. A equipe contou com a boa atuação, sobretudo, da dupla João Paulo Bravo e Wallace e venceu por 3 sets a 1 (parciais de 25/22, 25/27, 25/20 e 25/15). Com o resultado, o Maringá ficou na sexta colocação após a quarta rodada da Superliga, somando seis pontos. O Campinas fica com dez, dois atrás do atual líder, o Cruzeiro.
A primeira metade do set inicial foi equilibrada. Apesar de cometer erros, o Campinas conseguiu se recuperar na metade final da etapa, com boas atuações de Wallace, que teve oito pontos no set, e Gustavão, que souberam desequilibrar no momento certo. Rivaldo fazia frente pelo Maringá, mas o time da casa cresceu no momento certo, aumentando a vantagem na reta final e fechando em 25/22.
O time da casa até manteve o ritmo no começo do segundo set, acertando bem o bloqueio e dando trabalho ao rival. A resposta do Maringá, no entanto, não demorou, encostando no placar e e contando com bons levantamentos do experiente Ricardinho e boa atuação de Diogo. Com o equilíbrio da etapa, os visitantes conseguiram passar a frente com 14/11 no placar. Mas a alternância seguiu até o fim, com ambas as equipes dividindo a frente. O fim do set foi eletrizante, com o Maringá desperdiçando dois set points, mas na terceira oportunidade o visitante fechou com Rivaldo: 27/25.
O terceiro set não trouxe mudanças na tônica do jogo. Diante do placar novamente apertado, Wallace continuava a se destacar para o Campinas, enquanto o grupo do Maringá ia na força do grupo. Superando o bloqueio rival e se aproveitando dos erros, o time da casa ampliou a vantagem na reta final e fechou o set com bom ataque de Michael: 25/20.
O Campinas voltou ao quarto set disposto a encerrar a partida. Logo no começo, pressionou no ataque a abriu vantagem de 13/5. Wallace seguia inspirado, e João Paulo Bravo também chamava o jogo no momento decisivo. O time da casa manteve o ritmo do final da terceira etapa e jogava de forma mais solta e leve. Com mais tranquilidade, o time fechou em 25/15 com Ary.
Maior pontuador da partida, o oposto Wallace foi responsável por 18 pontos de sua equipe. Bravo, capitão do time e eleito o melhor em quadra, fez 15. Gustavão também foi um dos destaques, com 13. Do lado do Maringá, Rivaldo foi o destaque, com 14.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.