Header Ads

>

Brasília sofre derrota para Osasco, que segue 100% na Superliga




Comemoração, Brasilia X Osasco (Foto: João Pires / FotoJump)

Nem a presença de Leila, ex-jogadora de vôlei da seleção brasileira, na arquibancada do ginásio do Sesi Taguatinga conseguiu intimidar as atletas do Osasco, que venceram mais uma e chegaram à sexta vitória em seis jogos na Superliga feminina. O Brasília bem que tentou, fez um grande terceiro set, mas a força no ataque do time paulista, sobretudo com belas viradas da cubana Carcaces, se fez valer para fechar o confronto em 3 sets a 0 (25/18, 25/18 e 26/24).

Com o forte contra-ataque do Osasco, a proposta de jogo do Brasília era dificultar a recepção da equipe paulista com um bom saque. Se conseguiu por alguns instantes, como por exemplo, em dois pontos de saque, na maior parte do primeiro set o que se viu foi a defesa brasiliense com muita dificuldade de segurar o ataque bem municiado por Dani Lins. Com muita intensidade e velocidade, e sempre à frente do placar, à exceção do primeiro ponto da partida, o Osasco fechou em 25 a 18.

O segundo set foi na mesma tônica do primeiro. O Brasília abriu o placar, mas logo o Osasco manteve o controle da partida, abrindo vantagem. Desta vez, foi o bloqueio que passou a funcionar, com cinco pontos marcados desta forma. Thaísa e Adenízia formaram um paredão difícil de ser batido pela equipe brasiliense, que logo se mostrou afobada na conclusão dos lances, dando oito pontos de graça para as adversárias. E foi com justamente com um erro, num ataque para fora, que o Brasília viu o time de Luizomar de Moura fechar o período novamente em 25 a 18.

Disposto a fechar o confronto sem perder sets mais uma vez, o Osasco começou em cima e logo abriu 2 a 0. Porém, o Brasília se encontrou no jogo, passou a atacar forte e conseguiu passar à frente no placar, em 10 a 9, apostando muito nos ataques pelos corredores. Foi então que a cubana Carcaces passou a brilhar. Bem municiada por Dani Lins, a ponteira virou uma série de diagonais, superando a defesa do time brasiliense. Desta forma, a equipe paulista retomou a ponta em 18 a 17. As donas da casa ainda salvaram três match points, mas numa excelente virada de Adenízia, com passe de Dani Lins, o Osasco fechou o confronto em 26 a 24.

- Nos preparamos bem para a partida. Em todo lugar que joguei sempre sacaram curto em mim para me tirar do ataque, mas estou treinando ciente disso e me preparando para receber e atacar sem nenhum tipo de problema -  revelou a eficiente Carcaces.

Com o resultado, a equipe comandada por Luizomar de Moura mantém a ponta da competição, agora com 18 pontos. As seis vitórias foram conquistadas sem perder um set sequer. O Brasília se mantém no meio da tabela, em 7º lugar, com cinco pontos, após duas vitórias e três derrotas.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.