Header Ads

>

Jogadoras do Praia Clube falam que boa fase é 'culpa' do foco nos treinamentos





Tudo dentro do programado no Praia Clube. O time jogou seis partidas na Superliga Feminina, está invicto, tem 16 pontos e permanece na parte de cima da tabela de classificação. A temporada que começou com o título estadual ainda está no início, mas o começo é promissor diante das dificuldades impostas pelos adversários na principal competição de vôlei do país. O técnico Ricardo Picinin sabe que em algum momento a sequência de vitórias será quebrada, mas faz questão de dar créditos ao grupo pela boa fase.

- Isso é trabalho das meninas, da comissão técnica. Todos estão trabalhando com o mesmo objetivo e estão remando o barco para o mesmo lado. A gente sabe que é impossível terminar a Superliga invicto, a gente tem conquistado essa sequência e focando jogo a jogo. Essa última vitória vai ficar nas estatísticas, temos que pensar para frente.

Praia Clube São Caetano Superliga Feminina Uberlândia (Foto: Praia Clube/Divulgação)

Em seis jogos, o Praia venceu São Bernardo e Brasília por 3 a 0; Minas e Araraquara por 3 a 2 e Rio do Sul por 3 a 1. A última vitória veio diante da equipe do São Caetano, recém vice-campeã paulista. Destaque do jogo com 15 pontos e liderando o bloqueio do time de Uberlândia, Natasha atribui esses números positivos ao trabalho específico feito pela comissão técnica.

- Fico feliz de fazer parte desses números. Isso é fruto do trabalho, porque estamos fazendo muitos treinos específicos, correndo atrás do que temos que melhorar. Que venham mais vitórias e mais três pontos. Esse bloqueio às vezes tira o sono da gente, mas a nossa sensibilidade tem nos ajudado. Nosso saque tem feito a diferença e veio mais uma vitória.

Contra o São Caetano, a central fez seis pontos de ataque, seis de bloqueio e três de saque. A atleta chegou nesta temporada a Uberlândia para suprir a ausência de Mayhara, que está no Rio de Janeiro.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.