Header Ads

>

Molico Osasco mantém com 100% de aproveitamento e vence Minas




No dia em que Jaqueline foi apresentada de forma oficial pelo Minas, o time mostrou em quadra que espera o mais rápido possível pela estreia da ponteira. Diante do Osasco, na casa do time adversário, a equipe mineira não fez frente ao time paulista na Superliga feminina, e acabou derrotado por 3 sets a 0 (25/20, 25/13 e 25/22)., sem saber o que é vencer após três jogos na competição. Do outro lado, comandado por Thaísa, Adenízia e pela Cubana Carcases, o Osasco precisou de 1h17 de jogo para vencer o seu quarto jogo em quatro jogos, e sem perder nenhum set até aqui.

No primeiro set, o Osasco contou com uma grande atuação da ponteira cubana Kenia Carcases, que marcou oito pontos de ataque, enquanto a central Adenízia fez seis pontos, dois deles de bloqueio. Depois de um início arrasador do time da casa, o Minas empatou com 6 a 6 no placar, e não deu vida fácil depois disso ao Osasco, chegando a virar com 13 a 12, o que obrigou o técnico Luizomar a pedir tempo. O respiro deu certo e o time voltou a assumir a dianteira do placar e depois abriu 21 a 14. No fim, apesar do esboço de reação do Minas, o Osasco fechou em 25 a 20, com Adenízia, que explorou o bloqueio em jogada na china, depois de 27 minutos.

Se no primeiro set o Minas tentou fazer frente ao Osasco, no segundo o time mineiro sucumbiu à força do time da casa. Em 22 minutos, o time de Luizomar Moura abriu 17 a 7 e daí em diante só administrou a vitória no set. Dessa vez quem comandou a equipe foi a central Thaísa, com três pontos de bloqueio, dois de ataque e um de saque. A cubana Carcases voltou a ser determinante com três pontos de ataque e um de bloqueio. O Minas, comandado por Carol Gattaz e Walewska, não conseguia frear o volume de jogo do adversário. E coube a Adenízia, desta vez num bloqueio, fechar mais uma parcial.

No terceiro set, as equipes começaram se alternando no placar, e a maior diferença veio com 12 a 9 para o Osasco. O Minas chegou a fazer 22 a 21 na parcial, mas o time da casa, empurrado pela sua torcida, conseguiu a virada e chegou a 24 a 22 num bloqueio de Aline. Por fim, o Osasco não desperdiçou a primeira chance de fechar a partida e fez 25 a 22, com 28 minutos.

Com o resultado, a equipe de Osasco assume a liderança da Superliga, com 12 pontos, enquanto o Minas tem apenas um. O time paulista agora só volta a jogar daqui a uma semana, na próxima quarta-feira, quando encara o São Bernardo fora de casa, às 19h. Antes disso, o Minas faz o seu quarto jogo já nesta sexta-feira, às 21h, diante do Sesi-SP, na capital paulista.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.