Header Ads

>

Praia Clube leva a melhor sobre Minas e segue invicto




Praia x Minas, Uberlândia Vôlei (Foto: Divulgação / Praia Clube)

Praia Clube e Minas, na noite desta sexta-feira, fizeram em Uberlândia um jogão. As praianas vinham de duas vitórias, sobre São Bernardo e Rio do Sul. As minastenistas perderam em casa para o Pinheiros. Para vencer o duelo, era necessário mostrar equilíbrio e evolução. O Minas melhorou na qualidade de jogo. O Praia teve rendimento inferior às duas primeiras rodadas, mas colocou para fora o espírito guerreiro de não desistir nas adversidades. E a campanha 100% do time de Uberlândia continua, após vitória suada por 3 sets a 2 (25/18, 19/25, 25/20, 15/25 e 23/21).

O Minas começou mais agressivo. A levantadora Camila Torquete explorou a oposta Lia, que no início do jogo não teve dificuldade para virar bolas em cima do bloqueio formado por Natasha e Sassá. A partida era equilibrada, mas um ponto em bola de segunda da levantadora Karine Guerra igualou o marcador em 8 a 8 e deu moral ao time da casa. A ponteira Sassá ficou quatro pontos no saque e o clube de Uberlândia conseguiu abrir pequena vantagem. A diferença cresceu ao longo do set. Com variações de ataque, Karine usou o repertório com Tandara, Ramirez e em jogadas velozes de China com a central Natasha, autora de seis pontos no set, quatro deles de ataque. No Minas, Lia e Carla eram as atletas a serem marcadas, porém, o time perdeu eficiência no ataque depois da metade da parcial, foram apenas nove pontos desse fundamento no set. Quando Natália parou Carla, a etapa ficou encaminhada para as praianas, que venceram por 25 a 18.

O Minas tentou organizar o que faltou no primeiro tempo: melhorar o aproveitamento de ataque. O Praia precisava manter o que foi feito até então. Assim como no primeiro set, o início do jogo foi de equilíbrio. Foi justamente quando o time de Uberlândia abriu dois pontos que se desconcentrou, cedendo 10 pontos em erros ao adversário. As minastenistas cresceram, melhoraram no saque e no ataque, tirando a linha de passe do Praia, e abriram quatro pontos. Neste set, destaque para Mari Paraíba, que fez pontos em todos os fundamentos e ajudou o time a empatar a partida: 25 a 19.

Era na força que as duas equipes faziam as jogadas. Pelo lado do Praia, Tandara e Daymi Ramirez. No Minas, Lia e Carla soltavam o braço nas extremidades da quadra. No terceiro set, o confronto ganhou mais cara de clássico. Os pontos eram comemorados com mais gritos, reclamações com a arbitragem eram frequentes e foi o Praia que voltou a comandar o jogo. Muito por causa também da boa partida de Natasha, que cumpriu bem a função de bloquear e pontuar com bolas rápidas. A vantagem para o Praia chegou a ser de seis pontos, que após reação das visitantes caiu para três. Tandara mais uma vez apareceu e liderou a equipe do Triângulo Mineiro na pontuação, com sete êxitos na etapa, e o time venceu por 25 a 20 para fazer 2 a 1.

Precisando vencer para levar o jogo para o set desempate, o Minas foi impecável na quarta etapa. O time conseguiu abrir quatro pontos e obrigou o técnico Ricardo Picinin a parar o jogo. A troca de levantadoras, com a entrada de Ju Carrijo no lugar de Karine, não surtiu efeito. Com bom aproveitamento no meio de rede e com inúmeros erros do ataque praiano, o Minas empatou o jogo sem conceder nenhum ponto em erro. Mari Paraíba, com seis pontos, e Walewska, com quatro, ajudaram a garantir a vitória no set: 25 a 15.

Como manda o figurino, o quinto e último set teria que ser de emoção. Qualquer vantagem, ainda que pequena, era bastante comemorada. O Praia, que seguiu com Ju Carrijo como levantadora, abriu dois pontos, que foram superados antes mesmo da inversão de lado de quadra. O jogo se mantinha igual. O clássico ultrapassou os 15 pontos, o Minas teve três chances de fechar o jogo e não conseguiu. O Praia teve uma e também não converteu. No fim das contas, o Praia contou com Daymi Ramirez incendiando a torcida no momento decisivo, dona de nove pontos no tie break, e fechou o jogo em 25 a 21.

Enquanto o Praia vai a oito pontos e lidera a Superliga Feminina, o Minas soma o primeiro ponto na competição e está em oitavo lugar. A levantadora praiana Ju Carrijo, que entrou no quarto set no lugar de Karine, foi premiada com o troféu Viva Vôlei como melhor em quadra. Quem também se destacou foi Tandara. A ponteira fez 29 pontos.

Na próxima rodada, o Praia Clube visita o Araraquara, na terça-feira, às 20h, no Ginásio Gigantão. O Minas joga na quarta-feira, quando encara o Osasco fora de casa, às 19h30, no Ginásio José Liberatti.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.