Header Ads

>

Capitã da Seleção, Fabiana desabafa sobre as denúncias contra a CBV




http://25.media.tumblr.com/tumblr_m9p9ot4qui1rp9sauo4_500.png
A capitã da Seleção Brasileira de Vôlei, Fabiana Claudino, foi mais uma que resolveu se posicionar sobre as denúncias contra a Confederação Brasileira de Vôlei (CBV). A atleta classificou o acontecido como desrespeito àqueles que tem algum vínculo com o esporte. Segundo ela, nenhum jogador joga em nome de qualquer entidade, mas elas são necessárias para o desenvolvimento do esporte.
Fabiana não foi a única, desde a última quinta-feira vários atletas vêm expondo suas opiniões e, neste sábado, os jogadores do Vôlei Canoas e do Taubaté/Funvic entraram em quadra utilizando nariz de palhaço. Esse foi o primeiro protesto na Superliga Masculina.
Confira o desabafo da Fabiana!
"Em relação às acusações que estão sendo feitas à CBV, venho me informando e avaliando todas essas denúncias com a seriedade e a gravidade que um assunto como este merece ser tratado. Deixo claro aqui, que apesar de capitã da seleção brasileira feminina de voleibol, não falo em nome de todos, falo apenas em meu nome, Fabiana Claudino, atleta da modalidade e também afetada por todos esses escândalos que ocorrem na entidade maior do vôlei nacional. Eu sou atleta desde muito cedo, devo muito do que tenho hoje ao esporte e ao meu país. Mas tenho princípios fortes e convicções de caráter que me foram passados em família, e quando vejo ou vivencio algo que me parece errado, não posso corroborar com isso. A justiça será feita, as provas estão aí e essa indignação que sentimos não pode nem deve ser ignorada. A imagem que nós atletas construímos no voleibol internacional é de respeito, amor ao esporte, dedicação e trabalho, muito trabalho, para que déssemos alegrias aos que nos cercam, a nós mesmos e ao povo brasileiro. Atleta nenhum joga em favor ou em nome de entidade, mas precisa que a mesma seja um suporte ao desenvolvimento do esporte. Pessoas que fazem parte de uma Confederação deveriam estar lutando junto conosco para o bem e para a evolução do esporte, ao invés de usarem artifícios para enriquecer de forma ilícita em cima da nossa luta diária que tanto valorizamos e suamos para conquistar. Esse ato me parece, no mínimo, um grande desrespeito. Desrespeito a nós atletas, desrespeito aos profissionais que vivem do voleibol e, principalmente, desrespeito aos amantes do esporte. A minha esperança é de que a justiça trabalhe para trazer a verdade e o esclarecimento de todos os pontos levantados na investigação. E mais ainda, o real desejo de que a Confederação, depois deste lamentável episódio, seja gerida de forma honesta e correta, para que escândalos como este não façam mais parte do esporte que tanto amo e me dedico. Nosso amor pelo voleibol sempre será maior do que qualquer ato ou forma de corrupção."

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.