Header Ads

>

Minas encara o Maranhão na estreia de Jaque diante da torcida




Em busca de reação na Superliga, Minas e Maranhão se enfrentam na Arena JK, em Belo Horizonte, às 19h30 (de Brasília), em partida válida pela sétima rodada da Superliga Feminina de Vôlei, nesta terça-feira. O time maranhense é o vice-lanterna na tabela e não venceu na competição. Já o Minas saltou para a nona posição, após vencer a primeira partida no torneio, no último sábado, contra o São José.

Jaque Jaqueline Minas Vôlei Superliga São José dos Campos (Foto: Danilo Sardinha/ GloboEsporte.com)

Em busca da segunda vitória seguida, o time poderá contar com a ponteira da seleção brasileira, Jaqueline, que entrou no terceiro set da vitória sobre o São José para adquirir ritmo, mas deverá começar como titular no duelo contra o Maranhão. A central Carol Gatazz, que havia sentido dores musculares e ficou fora do jogo em São Paulo, voltou aos treinos na segunda-feira mas ainda é dúvida para o técnico Marco Queiroga. 

O sexto jogo do Maranhão na Superliga feminina de vôlei será fora de casa e mais uma chance de o time conseguir uma vitória. Até aqui, foram cinco jogos e cinco derrotas.

Análise dos técnicos

Para o comandante do Minas, o fato de o Maranhão ainda não ter vencido não é sinônimo de uma partida fácil.

Maranhão Vôlei e São José pela Superliga feminina de vôlei em jogo no Castelinho (Foto: Divulgação / Tavares Jr.)

- O Maranhão ainda não venceu nenhuma partida e fez um jogo duro contra o Rio. Sabemos que a equipe deles precisa vencer, mas nós também precisamos, já que estaremos dentro da nossa casa e estamos cada vez melhor e mais entrosados. A vitória é muito importante, até mesmo em termos de classificação na tabela – avaliou Marco Queiroga.

O Maranhão está na penúltima colocação, mas com a mesma pontuação do lanterna, São Bernardo, ambos com apenas um ponto. A meta nesta fase classificatória é ficar entre os oito melhores para avançar na competição.

- Precisamos parar de errar. Começamos nossa preparação um pouco depois das outras equipes, mas isto não pode ser desculpa. Não estamos conseguindo os resultados esperados, mas o que não nos falta é comprometimento e disposição. Infelizmente as vitórias não estão vindo – disse Perê, ponteira do Maranhão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.