Header Ads

>

Praia Clube recebe o invicto Rexona AdeS





Tandara e Rosamaria, Vôlei (Foto: Editoria de Arte)Tandara e Rosamaria, Vôlei (Foto: Editoria de Arte)
Em seu momento mais negativo da temporada, o Praia Clube recebe o Rio de Janeiro nesta segunda-feira, em Uberlândia, tentando quebrar uma sequência de três derrotas seguidas. O time mineiro está em quarto lugar, com 18 pontos, uma posição abaixo da equipe carioca, que tem 26. A partida no ginásio Oranides Borges do Nascimento será disputada às 21h (horário de Brasília) e terá transmissão do SporTV.

Depois de vencer o Campeonato Mineiro e emplacar seis vitórias consecutivas na Superliga, o Praia Clube vem de três derrotas seguidas para Pinheiros, Osasco e Sesi-SP. Forçando bastante o jogo com Tandara, o técnico Ricardo Picinin trabalha para deixar o time menos previsível. Só no último jogo, a ponteira/oposta, recebeu 88 bolas das levantadoras Karine Guerra e Juliana Carrijo.

- Contra o Sesi-SP, em alguns momentos não soubemos definir o ponto e não tivemos a paciência necessária para definir o ponto. Nosso time tem muito para evoluir, estamos fazendo o esperado. Estamos vindo de três derrotas para times que são adversárias nossas, como poderíamos ter vencido. A gente trabalha sempre para tentar distribuir melhor o jogo. Quando a partida apertar, ela é a atleta de segurança, mas podemos melhorar um pouco a distribuição - disse Picinin.
Tandara é a atleta que mais pontuou na Superliga com 172 pontos. A segunda jogadora do Praia com mais pontos, é a oposta Daymi, com 81, e que não joga há quatro partidas. O grande número de bolas que recebe gera um desgaste enorme na atacante Praiana, que tem atuado como oposta e ponteira.
natália reforço rio de janeiro vôlei (Foto: Divulgação)
- Sinceramente dei uma cansada (jogo contra o Sesi-SP). No último set não rodei nenhuma bola e não foi suficiente para vencermos.  Não tem sido diferente. Ano passado recebia cerca de 50 a 60 bolas, agora está sendo um pouco mais e preciso ter um aproveitamento melhor. Minhas companheiras também são capazes, estamos tendo o azar da Ramirez. Tenho que me preparar para tudo, isso a gente adquiri com treinos, e acredito que minhas companheiras não estão felizes por só eu está recebendo bola, acredito que elas estão se cobrando para participar mais e espero que o time melhore.

Apesar da previsibilidade do jogo do Praia Clube, Tandara é uma preocupação para o Rio de Janeiro, como atesta a ponteira Natália.

- Será um jogo difícil. O Praia Clube tem feito bons jogos. Mesmo sem a Ramirez, que está contundida, elas continuam tendo um ataque forte. A Tandara é a maior pontuadora da Superliga e vamos tentar neutralizar ao máximo os ataques delas - disse a jogadora, terceira atacante mais eficiente da competição.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.