Header Ads

>

CBV divulga critérios para convocação aos Jogos Olímpicos no Volei de Praia




Duplas terão seis meses de preparação antes dos Jogos

A Confederação Brasileira de Voleibol divulgou os critérios para convocação das duplas do vôlei de praia para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016. Uma dupla masculina e uma dupla feminina conquistarão a vaga pela pontuação obtida no ranking mundial, enquanto os outros dois times serão indicados pela entidade, baseados também em critérios técnicos e de meritocracia.

A vaga pelo ranking mundial será concedida às duplas que obtiverem o maior somatório de pontos em oito das dez etapas do Circuito Mundial de 2015. Serão considerados para a pontuação os cinco Grand Slams da temporada (Rússia, Estados Unidos (São Petesburgo), Japão, Estados Unidos (Long Beach) e Polônia), os quatro Major Series (Croácia, Noruega, Suíça e Alemanha) e o Campeonato Mundial (Holanda).

"Tínhamos um calendário bem extenso, o Circuito Mundial é longo, então, em conversa com os atletas, eles comentaram que seria muito desgastante incluir todos os eventos da temporada, que chegam a vinte. Restringimos aos principais torneios, os que têm o nível técnico mais alto, para que os times que lutam pela vaga possam se planejar para essas competições específicas", disse o gerente de Seleções de Praia e ex-atleta olímpico, Franco Neto.

Com isso, as duplas escolhidas pelo ranking mundial já terão a vaga assegurada até o final de 2015. Já a vaga de indicação da CBV será divulgada na primeira quinzena de janeiro. A antecipação na divulgação dos times que disputarão a Olimpíada possibilitará um tempo maior de preparação visando exclusivamente a disputa no Rio de Janeiro.

"Pela primeira vez, desde que o vôlei de praia virou esporte olímpico, vamos oferecer ao menos seis meses para os times se prepararem. Antes, a definição das duplas ocorria às vésperas dos Jogos. Os outros países já tinham as duplas definidas e treinando especificamente para o local da Olimpíada. Vamos oferecer um período para que os times possam se concentrar e realizar a preparação sem terem a preocupação com outros torneios, com a vaga", destacou Franco Neto, que também explicou o critério escolhido para indicação da vaga da CBV.

"O critério da indicação será baseado também no desempenho técnico dessa dupla ao longo da atual temporada. A indicação é uma forma de podermos solucionar algum imprevisto, com uma lesão. Salvo isso, o critério será técnico. O fato de ter sido ex-jogador e entender bem as dificuldades criou artifícios para proporcionar uma preparação melhor", finalizou o gerente de seleções.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.