Header Ads

>

Quatro grandes fazem semis da Copa Brasil





vôlei Rio de Janeiro x Pinheiros (Foto: Marcio Rodrigues / MPIX)
As principais equipes do país fazem uma pausa na Superliga feminina para disputar o título de outro importante torneio: a Copa Brasil. Nesta sexta-feira, em Cuiabá, o Rio de Janeiro duela contra o Pinheiros, e o Osasco enfrenta o Sesi-SP por uma vaga na decisão da competição, que será realizada neste sábado. A rodada dupla, com início às 19h30 (Brasília), terá transmissão ao vivo do SporTV.  .
Para as partidas será usado o sistema de desafio, em que os técnicos poderão pedir para que os árbitros revejam os lances polêmicos pelo monitor. Na primeira fase da Copa Brasil e da Superliga, o equipamento não vinha sendo utilizado.
A primeira partida da noite será entre Rio de Janeiro, líder invicto da Superliga e favorito na Copa Brasil, contra o Pinheiros, equipe que não conta com nenhuma das campeãs olímpicas e tem no conjunto o grande trunfo. Apesar do favoritismo, Fabi, líbero do time carioca, prega cautela:
Thaísa bloqueia Osasco x Pinheiros vôlei campeonato paulista (Foto: João Pires/Fotojump) 
- O time do Pinheiros vem de uma sequência de vitórias importantes na Superliga, e isso empolga para a Copa Brasil. É uma equipe que joga com muita velocidade e que tem uma boa base, que vem junto há um bom tempo, trocando poucas peças a cada temporada. Além disso, elas têm um sistema defensivo que funciona muito bem. Tenho certeza que vai ser um grande jogo, uma semifinal muito disputada e quem for ao ginásio de Cuiabá vai assistir um grande confronto, entre os times que estão brigando pelas primeiras posições na Superliga - disse.

Pelo lado do Pinheiros, Léia, líbero reserva da seleção brasileira no último Mundial, conhece bem as adversárias cariocas:

- Sabemos que esse vai ser um jogo difícil, mas estamos bem preparadas e treinando bastante. Temos que ter paciência e muito volume de jogo. A Gabi e a Natália estão fazendo uma boa Superliga. Desta forma, nossa defesa terá que funcionar. Também vamos precisamos sacar bem e estabilizar o nosso passe para a Macris poder jogar com velocidade - disse.
Sesi-SP vôlei (Foto: Alexandre Arruda) 
Na outra semifinal, um clássico paulista: Sesi-SP contra Osasco. Durante a semana, a central Fabiana disse que a Copa Brasil não tinha tanta importância, mas o técnico da equipe da Vila Leopoldina, Talmo Oliveira, ressaltou o valor do campeonato:
- É um título e nós queremos. Então não tem outra possibilidade. A Copa Brasil é uma competição que reúne os melhores do país e para nós vale muito. Temos que colecionar títulos, deixar nossa marca. Então vamos buscar a final. Viemos de uma boa classificação contra o Minas, onde vencemos por 3 a 0, e temos que continuar no ritmo, até para crescer mais na Superliga - disse.

Camila Brait, jogadora do Osasco, aposta em uma partida equilibrada:
- Estamos estudando bastante a equipe delas para fazer um bom jogo. São dois times que se conhecem bem, e vamos precisar sacar com eficiência para conseguirmos alcançar o objetivo da vitória. Nosso contra-ataque também terá que ser efetivo. Mas estamos bem, o grupo está confiante e motivado para jogar bem e conseguir a classificação para a final - disse a líbero.
A Copa Brasil é disputada no sistema de "mata-mata". As oito primeiras colocadas do primeiro turno da Superliga se enfrentaram em jogo único, com mando de quadra para os times de melhor campanha. Agora, em quadra neutra, as equipes se enfrentam na semifinal e final, também em partida única.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.