Header Ads

>

Revolta e tristeza: amigas da seleção apoiam Fabiana após racismo






Sheila mandou mensagens de apoio a Fabiana pelo Facebook


Não demorou para que as principais jogadoras de vôlei do país viessem a público para demonstrar apoio a Fabiana após o caso de racismo sofrido pela capitã da seleção brasileira em partida contra o Minas, nesta terça-feira. Amigas da seleção, Sheila, Jacqueline e Thaísa foram às redes sociais para demonstrar indignação com as ofendas.

"É inadmissível ver, ler ou saber, nos dias de hoje, que ainda há racismo. Que ainda existam pessoas que alimentam esse sentimento vazio, frio e inexplicável, que se mostram irracionais e intolerantes. Difícil acreditar que, na sociedade em que vivemos, alguém ainda se julgue melhor, mais capaz, mais bonito, mais interessante ou mais digno do que o semelhante porque sua cor, sua religião, sua opção sexual ou sua classe social sejam diferentes. Até quando vamos presenciar isso? Até quando vamos aturar esse tipo de comportamento? Pode ser clichê, pode parecer frase feita, mas somos todos iguais. Não é a cor da pele e nem nossas opções que determina nosso caráter, nossa conduta e nem nossa qualidade. São os atos, as atitudes. Grandeza se mostra como exemplos e ser racista é, com certeza, ser pequeno. O Minas tomou uma atitude muito digna de colocar essa pessoa para fora e encaminhá-lo para a delegacia. Ele foi também proibido de assistir qualquer evento feito dentro do clube! Parabéns", postou Jacqueline.

"Acho inadmissível ainda existir racismo. Minha amiga Fabiana ontem no jogo na sua terra natal, sofreu isso com um torcedor. Fiquei muito revoltada e triste. Ainda bem que o Minas Tênis Clube retirou o indivíduo e encaminhou pra delegacia! Gente, não existe esse negocio de raça negra, branca, amarela... O que existe é raça humana! ‪#‎revoltada‬ ‪#‎merdaderacismo‬ ‪#‎angry‬ ‪#‎racism‬", disse Sheilla.

"É triste saber que hoje ainda existe esse tipo de coisa... Que ainda exista preconceito... Triste pela minha amiga Fabiana ter q passar por uma situação tão absurda e desprezível como o RACISMO! E em sua casa, em BH... É lamentável tal atitude! Que bom que esse ignorante q se diz "torcedor" e amante de vôlei, foi levado à delegacia... Espero tenha uma punição a altura dos insultos que lançou contra minha amiga! Essas pessoas me enojam com seu preconceito. Como minha amiga Sheillinha disse, não existe raça negra, raça branca... Existe raça HUMANA", completou Thaísa.

O insulto do torcedor a Fabiana aconteceu na última terça-feira, em vitória do Minas por 3 sets a 1 sobre o Sesi. Segundo relatos da jogadora, um homem a chamou de "macaca" e perguntou se ela "queria banana". A própria central enalteceu a atitude do Minas de tomar uma providência contra o torcedor racista.

Em contato com o ESPN.com.br, a assessoria do Minas relatou que foi a própria torcida da equipe quem resolveu chamar a polícia para levar o torcedor, que não é associado ao clube.

ESPN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.