Header Ads

>

Rexona AdeS ate São José pela Superliga Feminina




São José x Rio de Janeiro Superliga Feminina (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)

O Rio de Janeiro não encontrou dificuldades nesta terça-feira, 13, para conquistar a 13ª vitória na Superliga Feminina. Em São José dos Campos, interior de São Paulo, as cariocas venceram as donas da casa por 3 sets a 0, com parciais de 11/25, 9/25 e 18/25. Com esta vitória, a equipe mantém a liderança do campeonato, com 38 pontos. São José, em contrapartida, está no outro extremo da tabela. Ocupa 13ª e última colocação, com quatro pontos
O troféu Viva Vôlei, que é entregue para a melhor atleta da partida, ficou nas mãos de Bruna, do Rio de Janeiro. As principais pontuadoras da equipe carioca foram Natália, com 11 pontos, e Bruna, que anotou nove. Pelo time do interior de São Paulo, as atletas que mais pontuaram foram Malu, com sete pontos, e Thaynara, com seis.
O Rio de Janeiro volta a jogar nesta sexta-feira, 16, mas pela Copa do Brasil. Às 17h30, o time recebe o Pinheiros, no ginásio poliesportivo São Gonçalo. Pela Superliga, o próximo jogo é dia 23, quando encara Maranhão, às 19h, em casa. O São José joga somente dia 27, terça-feira. O próximo adversário da equipe também será o Maranhão. O duelo acontece às 20h15, no ginásio Castelinho.
O jogo
Prestigiados por um bom público nas arquibancadas, São José e Rio de Janeiro começaram a partida de forma equilibrada. Apesar de as visitantes assumirem a liderança do marcador assim que a partida começou, nos primeiros pontos as equipes se mantiveram próximas na pontuação. Mas não demorou muito para as cariocas se distanciarem. Com a diferença técnica evidente, Rio de Janeiro contou com as boas atuações de Natália e Bruna para fechar o primeiro set por 25 a 11.
São José x Rio de Janeiro Superliga Feminina (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)
No segundo set, as cariocas se mantiveram forte na partida e não deram chances para as donas da casa. Com um ataque forte, Rio de Janeiro começou a distanciar no placar assim que a parcial teve início. Muitos pontos foram marcados em erros bobos cometidos pelo São José. As joseenses apresentavam falhas tanto na recepção, quanto no ataque. Diante de tamanha diferença de rendimento, o placar não poderia ser outro: 25 a 9 para o Rio de Janeiro.
O ritmo das cariocas diminuiu no começo do último set. As joseenses souberam aproveitar. Melhor na transição, e aproveitando as oportunidades quando subia ao ataque, São José ficou à frente no placar nos primeiros pontos da parcial. Com a melhora do time da casa, o técnico Bernardinho aumentou as cobranças à beira da quadra. Os chamados do treinador foram escutados pelas visitantes. Rio de Janeiro empatou e virou a partida. As anfitriãs, porém, mantiveram a boa postura e seguiram próximas do placar. Porém, não conseguiram impedir as lideres da Superliga de fechar o terceiro set por 25 a 18.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.