Header Ads

>

Sada Cruzeiro bate o lanterna São Bernardo




A facilidade no primeiro set apontava para um jogo tranquilo, mesmo atuando com uma equipe mesclada. Na liderança da Superliga, o Cruzeiro media forças com o São Bernardo, que apresentava em sua campanha apenas dois triunfos em 16 partidas. Neste sábado, diante de sua torcida, conseguiu arrancar um set dos atuais campeões, deu trabalho na quarta parcial, mas não derrubou o gigante. Vitória do time mineiro por 3 sets a 1 (25/15, 21/25, 25/19 e 25/23), a 17ª em 18 compromissos.  

São Bernardo X Cruzeiro - Vôlei (Foto: Reprodução / Instagram)
O maior pontuador do confronto foi o oposto Wallace, com 16 acertos. Ele também foi eleito o melhor em quadra e ficou com o o Troféu VivaVôlei. Do outro lado, o ponteiro André Santos conseguiu 13. O próximo adversário da equipe mineira fora de casa será o Canoas, na segunda-feira, às 18h30 (de Brasília). Já o São Bernardo receberá o Montes Claros na quarta, às 19h.
- Todos jogaram bem. É claro que falta um pouco de experiência para esses jovens jogadores, mas essas oportunidades servem para que aproveitem ao máximo. Esse rodízio foi muito bom para descansar um pouco o grupo, principalmente nesta fase pesada de jogos. O Wallace descansou no início do jogo e entrou apenas no fim do terceiro set, com uma agressividade digna de um oposto da seleção brasileira. Jogou muito bem - elogiou o técnico Marcelo Mendez.
O jogo 
O Cruzeiro começou o duelo sem dar chances para os anfitriões, fechando o primeiro set em 25/15. Na parcial seguinte, viu o São Bernardo reagir. A equipe paulista comandou o set e deixou tudo igual: 25/21. Depois do revés, o Cruzeiro voltou impondo um ritmo forte. Abriu 8/3, permitiu que os adversários encostassem (16/14), mas logo retomou o controle do jogo e o comando do placar: 25/19. O quarto set foi marcado pelo equilíbrio. Na primeira parada técnica, a vantagem era do Cruzeiro (8/6). Na segunda, caiu para apenas um ponto. Os donos casa chegarem ao empate na reta final (22/22) e buscavam o tie-break. Os líderes não deixaram e fizeram  25/23.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.