Header Ads

>

Sada Cruzeiro vence Taubaté no tie-break e alcança a 4ª vitória seguida




Léozão Vôlei Taubaté x Cruzeiro Superliga (Foto: Jonas Barbetta/Tuddo Comunicação)

O  ginásio do Abaeté, no Vale do Paraíba, estava lotado na noite deste sábado, 10. Os torcedores faziam muito barulho nas arquibancadas, e o Taubaté, time da casa, abriu 2 a 0 no placar. Tudo parecia conspirar para a segunda derrota do Cruzeiro na Superliga Masculina. Mas, no terceiro set, os mineiros engataram uma reação, empataram a partida e, no tie-break, venceram a equipe do interior de São Paulo por 3 sets a 2 (25/19, 25/21, 22/25, 22/25 e 9/15).

Foi a quarta vitória seguida dos cruzeirense na competição. A equipe segue na liderança isolada, com 41 pontos. Os taubateanos, que sofrem a segunda derrota consecutiva e a quarta no torneio, passam a ocupar a vice-liderança, com 34 pontos, ao lado de Campinas.

O troféu Viva Vôlei foi entregue ao Winters, do Cruzeiro. Os principais pontuadores da partida foram Léozão, do Taubaté, e Wallace, do Cruzeiro, que anotaram 17 pontos cada. Lipe foi outro destaque da equipe taubateana, com 15 pontos. O ponteiro Winters, com 14 pontos, foi o segundo que mais pontuou pelo time mineiro.

Os times entram em quadra novamente no próximo sábado, 17. O Cruzeiro joga às 17h, contra Juiz de Fora, no ginásio Riachão, em Contagem (MG). O Taubaté joga duas horas depois, às 19h, contra o Montes Claros, na casa do adversário.

O jogo

Duas das principais equipes da Superliga Masculina, Taubaté e Cruzeiro fizeram um confronto equilibrado. Como já era esperado, as equipes começam o jogo se revezando na liderança do placar. Enquanto o time do interior paulista contava com a boa atuação do oposto Léozão (que marcou cinco pontos no primeiro set, todos de ataque), os mineiros tinham Wallace como principal jogador em quadra na primeira parcial. O Taubaté, com boa execução do saque, começou a abrir vantagem na metade do período. O Cruzeiro, com dificuldade na recepção por conta da boa postura dos anfitriões, viu os taubateanos assim vencer o primeiro set por 25 a 19.

O segundo set começou assim como o primeiro. Equipes trocando pontos e sem conseguirem se distanciar no marcador. Na casa dos dez pontos, o Cruzeiro começou a aproveitar melhor os erros do Taubaté e, consequentemente, a ficar mais perto de fechar o set. Os donos da casa, porém, conseguiram reagir rapidamente e impediram que os visitantes abrissem muita vantagem. Com o Cruzeiro irregular na recepção, conseguiram fazer 2 a 0 ao vencer o período por 25 a 21.

Na terceira parcial, o Cruzeiro veio melhor. Mais agressivo, assumiu a dianteira do placar logo que a bola voltou a subir. A postura dos mineiros contrastava com a dos taubateanos. Com o time sem a mesma força dos dois primeiros sets, o técnico Cezar Douglas, do Taubaté, pediu tempo para cobrar mais efetividade nos saques. A cobrança parece ter surtido efeito. Os anfitriões voltaram ao jogo melhores e chegaram a empatar o período. Mas o Cruzeiro, com a melhora da recepção, conseguiu segurar o ímpeto da equipe do interior de São Paulo e impediu a derrota por 3 sets a 0. Venceu o set por 25 a 22.

O equilíbrio voltou a reinar no quarto set. Com poucos erros, os times faziam um duelo eletrizante e de muita técnica. Taubaté contava, principalmente, com os pontos de Leozão e Lipe para atacar os visitantes. Já o Cruzeiro tinha Eder e Wallace em bom momento na partida. As equipe foram até os 20 pontos se alternando na liderança do placar. No fim do jogo, os cruzeirenses se impuseram melhor em quadra e igualaram o marcador. Vitória na parcial por 25 a 22.

No tie-break, o Cruzeiro aproveitou os erros cometidos pelo time da casa e conseguiu abrir pequena vantagem. Enquanto o Taubaté se mostrava irregular em quadra, sem manter a agressividade dos dois primeiros quartos, os cruzeirenses mantinha o equilíbrio nas ações. Desta forma, venceram o tie-break por 15 a 9 e conquistaram a quarta vitória seguida na Superliga.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.